MÁS COMPANHIAS

MÁS COMPANHIAS

(Mauvaises Fréquentations)

1999 , 98 MIN.

16 anos

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Jean-Pierre Améris

    Equipe técnica

    Roteiro: Alain Layrac

    Produção: Alain Sarde, Philippe Godeau

    Elenco

    Cyril Cagnat, Delphine Rich, Lou Doillon, Maud Forget, Maxime Mansion, Robinson Stevenin

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    "A julgar pelos seus filmes mais recentes, a juventude da França deve estar mesmo bastante perdida. Depois de A Vida Sonhada dos Anjos e Louise Take 2, outra vez o cinema francês traz um filme sobre jovens sem destino que perambulam em busca de algo que nem eles mesmos sabem o que é. É o caso de Más Companhias, drama adolescente baseado em fatos reais.
    A história começa igual a várias outras do mesmo gênero. Aos 14 anos, Delphine (a excelente estreante Maude Forget) é uma garota de classe média alta, meio travada em seus sentimentos, que pouco ou quase nada conhece da vida. Certo dia ela se encanta pela redação de uma colega de classe, Olívia (Lou Doillon), mais velha, mais experiente, e muito mais descolada. Dentro do princípio que os opostos se atraem, ambas se tornam grandes amigas.
    A esta altura, o público já pensa que descobriu que Olívia vai se transformar na “má companhia” do título. Grande engano! As verdadeiras más influências ainda estão para acontecer, numa reviravolta de roteiro que é melhor não dizer, para não entregar as surpresas do filme.
    Mesmo sendo bastante convencional na sua forma, Más Companhias tem como grande e principal mérito evitar os clichês fáceis que o tema propicia. Neste seu quinto longa metragem (o terceiro para cinema), o diretor Jean-Pierre Améris demonstra habilidade narrativa para construir um estereótipo na mente da platéia, e destruí-lo minutos adiante. Méritos também do roteirista Alain Layrac, neste que é apenas o seu segundo trabalho para a tela grande (o primeiro foi Héroïnes, inédito no Brasil, também sobre duas grandes amigas).
    Além de eficiente como cinema, Más Companhias também está recheado de conteúdo social. É um filme que serve como alerta, e merece ser visto tanto por adolescentes como por seus pais. Principalmente aqueles que acham que conhecem bem seus filhos."

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus