MOTOQUEIROS SELVAGENS

MOTOQUEIROS SELVAGENS

(Wild Hogs)

2007 , 100 MIN.

12 anos

Gênero: Aventura

Estréia: 20/04/2007

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Walt Becker

    Equipe técnica

    Roteiro: Brad Copeland

    Produção: Brian Robbins, Michael Tollin

    Fotografia: Teddy Castellucci

    Trilha Sonora: Teddy Castellucci

    Estúdio: Touchstone Pictures

    Elenco

    Billy Lockwood, Dominic Janes, Drew Sidora, John Travolta, Marisa Tomei, Martin Lawrence, Ray Liotta, Tim Allen, William H. Macy

  • Crítica

    20/04/2007 00h00

    Com essa onda de motoqueiros nos cinemas, um filme chamado Motoqueiros Selvagens nos remete a um filme de ação ao bom estilo de Blade Runner - O Caçador de Andróides. Para começar, tire essa imagem da cabeça, pois este longa-metragem é uma divertida comédia sobre "quarentões" cansados de suas vidas comuns. O enredo pode lhe parecer familiar, mas não desanime, o filme vale a pena, nem que seja para acompanhar a atuação dos quatro protagonistas: Martin Lawrence, Tim Allen, William H. Macy e John Travolta.

    O diretor Walt Becker não pode ser considerado um profissional experiente. Porém, Motoqueiros Selvagens é de longe seu melhor filme, já que seus dois filmes anteriores foram Quando a Vaca Vai Para o Brejo (2002) e O Dono da Festa (2002). Caso não tenha visto algum desses, não perdeu nada. Eles seguem a mesma linha de humor escrachado, com apelo sexual, tão adorado pelos norte-americanos.

    Em Motoqueiros Selvagens, Bobby (Martin Lawrence), Doug (Tim Allen), Dudley (William H. Macy) e Woody (John Travolta) são quatro amigos de meia idade que, para fugirem da rotina, vestem-se como motoqueiros de estrada, com direito a emblema bordado na jaqueta de couro e um nome oficial para a "gangue": Motoqueiros Selvagens. Apesar de terem todos os aparatos necessários, eles nunca saíram da cidade com suas motos. Cansados de suas pacatas e previsíveis vidas, decidem então sair em uma viagem sem destino para que, dessa forma, se sintam livres e selvagens. Como já é de se esperar, tudo dá errado e eles arrumam a maior encrenca com uma violenta gangue de motoqueiros, conhecida como Del Fuegos.

    Definitivamente, se não fosse o talento dos atores principais, o filme não teria o mesmo impacto. A atuação é limpa, sem personagens caricatos ou fictícios demais. São pessoas presentes em nossas vidas, sendo que cada um deles poderia ser um parente, um amigo ou até mesmo o próprio espectador sentado no cinema. O figurino adotado é uma brincadeira à parte, transparecendo a personalidade de cada um na forma como se vestem.

    Motoqueiros Selvagens é a típica comédia leve, sem pretensão de ganhar nenhum prêmio de melhor filme do gênero, mas garante boas risadas. Uma ótima opção para o público que procura por distração de qualidade.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus