MULHERES DO BRASIL

MULHERES DO BRASIL

(Mulheres do Brasil)

2006 , 106 MIN.

16 anos

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Malu De Martino

    Equipe técnica

    Roteiro: Douglas Dwight, Melanie Dimantas

    Produção: Elisa Tolomelli

    Fotografia: Heloísa Passos

    Trilha Sonora: Leandro Lima, Paulo Ricardo, Zezé d'Alice

    Elenco

    Ana Beatriz Nogueira, Bete Coelho, Camila Pitanga, Carla Daniel, Deborah Evelyn, Dira Paes, Emiliano Queiroz, Léa Garcia, Luana Carvalho, Luciano Szafir, Roberta Rodrigues, Stepan Nercessian, Tuca Andrada

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    A idéia parecia boa: levantar cinco histórias de cinco mulheres comuns, representativas do cotidiano brasileiro, mesclar a ficção com depoimentos documentais e fazer um filme/ painel em episódios sobre a situação feminina em nosso país.

    Não funcionou. O roteiro ficou perdido. Com três episódios, talvez Mulheres do Brasil poderia ter ficado mais enxuto, mais ágil e até mais profundo. Ao tentar abordar um número maior de histórias, o filme fica superficial tanto na ficção como no documentário, perde-se em lugares comuns, peca nos dois estilos e acaba resultando fraco.

    As cinco histórias são as seguintes: a mimada Esmeralda (Camila Pitanga) deixa sua pequena cidade no interior da Bahia para tentar a vida na cidade grande; a desanimada estudante de turismo Ana (Luana Carvalho) conhece novos horizontes na vida ao fazer um trabalho escolar sobre uma aldeia de rendeiras em Alagoas. A porta-bandeira carioca Telma (Roberta Rodrigues) faz de tudo para que sua escola de samba conquiste o campeonato, mas é vítima de uma fatalidade; a garçonete curitibana Martileide (Carla Daniel), cansada de servir cafezinhos, transforma uma simples voz ouvida no rádio em seu príncipe encantado de sonhos. E a perturbada paulistana Laura (Bete Coelho), descasada, quer voltar ao mercado de trabalho e encontrar um novo amor.

    Trata-se de um filme de mulheres estreantes, já que Mulheres do Brasil é a primeira direção de longas de Malu De Martino, também a primeira produção plena de Elisa Tolomelli, a primeira direção de fotografia em longa-metragem de Heloísa Passos, a primeira trilha sonora de Liliana Secco, o primeiro roteiro de longa de Luíza Leite e Daniel Guimarães, primeira produção executiva da Thais Mello e os primeiros argumentos de várias escritoras brasileiras reunidos num só filme. Certamente o projeto foi ambicioso demais para tantas estreantes.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus