MUTUM

MUTUM

(Mutum)

2007 ,

Gênero: Drama

Estréia: 15/11/2007

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Sandra Kogut

    Equipe técnica

    Roteiro: Ana Luiza Martins Costa, Sandra Kogut

    Produção: Flávio R. Tambellini, Isabelle Pragier, Laurent Lavolé

    Fotografia: Mauro Pinheiro Jr

    Estúdio: Gloria Films, Ravina Filmes

    Elenco

    Brenda Luana Rodrigues Lima, Izadora Fernandes, João Miguel, João Vitor Leal Barroso, Maria das Graças Leal Macedo, Maria Juliana Souza de Oliveira, Paula Regina Sampaio da Silva, Rômulo Braga, Thiago da Silva Mariz, Wallison Felipe Leal Barroso

  • Crítica

    15/11/2007 00h00

    O interior de Minas Gerais - amplo, calado, fechado, pensativo, desconfiado - é a pedra fundamental do belo drama Mutum, filme dirigido por Sandra Kogut (a mesma de Passaporte Húngaro), com roteiro escrito a partir da obra de Guimarães Rosa.

    Do meio do nada, num silêncio sepulcral, "(sobre) vive" uma pequena família rural. O pai (João Miguel, de Cinema, Aspirina e Urubus) está quase sempre distante, na roça, e a mãe (Izadora Fernandes) cuida da cozinha e da prole. A figura do garoto Felipe (Wallisson Felipe Leal Barroso) começa a chamar a atenção: ele não parece tão esperto, inteligente ou tão ativo quando as outras crianças. Felipe vive a vida devagar e tem no tio (Rômulo Braga) e no irmão mais velho, Thiago (Thiago da Silva Mariz), seus maiores amigos e ídolos. A civilização e as referências externas parecem sequer existir. O pequeno mundo de Felipe começa a ruir a partir de uma traição familiar e logo se precipita para uma tristeza tão imensa quanto o próprio descampado onde vive.
    Mutum (significa mudo e é também o nome de um pássaro da região, embora isso não seja dito no filme) tem uma narrativa introspectiva e árida como o próprio tema do roteiro exige. É belíssimo em seu silêncio e riquíssimo em suas emoções. E triste. Muito triste.

    Vencedor do prêmio de melhor Filme na mostra Première Brasil no último Festival do Rio e participante da Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes, Mutum é um oásis de reflexão e sobriedade num momento cinematográfico dominado por tiroteios e trilhas sonoras ensandecedoras. Uma paz para os ouvidos e um bálsamo para a alma.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus