NEM POR CIMA DO MEU CADÁVER

NEM POR CIMA DO MEU CADÁVER

(Over Her Dead Body)

2008 , 95 MIN.

10 anos

Gênero: Comédia Romântica

Estréia: 19/09/2008

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Jeff Lowell

    Equipe técnica

    Roteiro: Jeff Lowell

    Produção: Norm Waitt, Paul Brooks, Peter Safran, Scott Niemeyer

    Fotografia: John Bailey

    Trilha Sonora: David Kitay

    Estúdio: Gold Circle Films

    Elenco

    Ali Hillis, Colin Fickes, Eva Longoria Parker, Jason Biggs, Kali Rocha, Lake Bell, Lindsay Sloane, Misha Collins, Paul Rudd, Stephen Root, Wendi McLendon-Covey, William Morgan Sheppard

  • Crítica

    19/09/2008 00h00

    Existem filmes que podem ser considerados, digamos, "matrizes". Por exemplo: Ao Mestre com Carinho é a matriz de todos os outros filmes que se seguiram sobre professores idealistas que lutam contra tudo e contra todos para domar seus estudantes rebeldes; ...E o Vento Levou seria a matriz de todos os trágicos romances impossíveis ambientados na Guerra Civil Americana; Curtindo a Vida Adoidado seria a matriz de todos os filmes sobre curtição da época da vida escolar. E assim por diante. Os exemplos são inúmeros.

    Quando um gênero ou subgênero tem um filme matriz forte, inesquecível, ele acaba se tornando um clássico, prejudicando a vida, a carreira comercial e a própria existência de todos os que, de uma forma ou de outra, tentaram imitá-lo depois. Isto porque a comparação posterior se torna inevitável, e ninguém gosta de ser comparado a um clássico inesquecível.

    Bom, toda esta introdução bonita é só para dizer o seguinte: é dinheiro jogado fora assistir ao filme Nem Por Cima do Meu Cadáver. Esta comédia escrita e (mal) dirigida por Jeff Lowell (roteirista de alguns seriados de TV e estreante na direção de longas) tem o azar de ter como matriz o ótimo O Céu Pode Esperar, filme que, além de tudo, já teve duas continuações.

    Nada justifica contar (outra vez!) a história de um espírito que sai do mundo dos mortos para azucrinar, sob a forma de comédia romântica, as pessoas que deixou na Terra. Aqui, a trama fala de Kate (Eva Longoria Parker), uma bela e jovem noiva que morre exatamente no dia de seu casamento. Obviamente, o noivo Henry (Paul Rudd) fica inconsolável e, sob pressão da irmã, finalmente concorda em se consultar com a paranormal Ashley (Lake Bell). Sim, é claro que Henry e Ashley se apaixonam; sim, é claro que o fantasma de Kate tenta dissuadi-lo da idéia; sim, é claro que tudo aquilo que você acha que vai acontecer realmente acontece. Sem um pingo de criatividade nem de química entre os protagonistas.

    Talvez fosse uma idéia melhor refazer Casablanca.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus