O DITADOR (2012)

O DITADOR (2012)

(The Dictator)

2012 , 94 MIN.

14 anos

Gênero: Comédia

Estréia: 24/08/2012

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Larry Charles

    Equipe técnica

    Roteiro: Alec Berg, David Mandel, Jeff Schaffer, Sacha Baron Cohen

    Produção: Alec Berg, David Mandel, Jeff Schaffer, Sacha Baron Cohen, Scott Rudin

    Fotografia: Lawrence Sher

    Trilha Sonora: Erran Baron Cohen

    Estúdio: Four by Two, Kanzaman

    Distribuidora: Paramount Pictures Brasil

    Elenco

    Aasif Mandvi, Adeel Akhtar, Aja Frary, Akim Black, Alex Kruz, Amanda Dutton, Andrew Rogers, Anna Faris, Anton Obeid, Arash Mokhtar, Ari Barkan, B.J. Novak, Barbara Ann Davison, Ben Kingsley, Carmel Amit, Catherine Pierce, Chris Gethard, Daniel Burress, Danielle Burgio, Dennis Rees, Dushawn Moses, Ebrahim Jaffer, Eliyas Qureshi, Fred Melamed, Glenn Andreiev, Ivan Cardona, J.B. Smoove, Jasmine Hope Bloch, Jeff Grossman, Jenny L. Saldaña, Jim Piddock, Joanna Moskwa, John C. Reilly, Kelsey O'Brien, Kevin Corrigan, Kevin Dedes, Larry Gevirtz, Loukas Papas, Mahmoud Atry, Marshall Factora, Megan Fox, Melina Paez, Michael C Hoaglin, Michelle Nagell, Moe Hindi, Mohamed Alshami, Naeem Uzimann, Natasha Ononogbo, Niyi Oni, Pean T. Krishnan, Peter Conboy, Peter Iasillo Jr., Rock Kohli, Ross Ryman, Sacha Baron Cohen, Sam Ibram, Sean Grady, Shawn Gonzalez, Sheena Colette, Sondra James, Stephen Dexter, Steven Weisz, Tara Copeland, Tony Joe, Tracey Ruggiero

  • Crítica

    23/08/2012 10h45

    O novo filme do comediante Sacha Baron Cohen (Borat / Brüno) é basicamente uma série de gags cômicas amarradas por uma narrativa simples. E, como tradicionalmente acontece nos filmes do humorista, algumas piadas funcionam, outras não, e há uma grande chance de, ao longo da projeção, você se sentir agredido com alguma tirada mais ofensiva. Mas há também a certeza dar muitas risadas com esse filme que talvez seja o mais engraçado do ator.

    Cohen é Aladeen, o líder despótico, misógino e antissemita do país fictício Wadiyan. Sua vida de governante tirano se resume a comprar favores sexuais de estrelas de Hollywood, jogar videogame em seu Wii personalizado e executar assessores que ousam discordar de suas ideias. Seu sonho é ter uma arma nuclear, mas diz ao mundo que está enriquecendo urânio para “fins pacíficos” - nem o próprio Aladeen contém o riso quando diz isso no filme. É claro que o resto do planeta desaprova suas ambições nucleares e ele é obrigado a fazer uma viagem aos Estados Unidos onde pretende convencer a ONU da "inocência" de suas intenções.

    É nessa ida à América que a aventura de Aladeen realmente começa. Em sua comitiva vai um sósia cuja função é levar um tiro na cabeça em seu lugar em caso de atentado. Mas seu braço direito Tamir (Ben Kingsley) tem planos de substituir o sósia pelo Aladeen real e assumir o comando do país - seu projeto é faturar abrindo Wadiyan à exploração de petróleo estrangeira.

    Depois da traição, Aladeen se vê perdido em Nova York sem sua barba e aos cuidados de Zoey (Anna Faris, da franquia Todo Mundo em Pânico), uma feminista, amante de produtos orgânicos e pacifista de carteirinha. Está dado o pano de fundo para Cohen explorar sua verve cômica politicamente incorreta.

    O filme tira sarro de grandes ditadores recentes como Saddam Hussein, Muammar Gadaffi, Kim Jong-Il e Ahmadinejad, mas também não poupa os ocidentais. Do mesmo jeito que faz um quadro satírico dos déspotas citados, O Ditador não poupa a elite de Hollywood, as grandes corporações que exploram petróleo nos países árabes e faz uma crítica contundente em seu final da farsa autoritária a manipuladora que existe por trás das chamadas grandes democracias ocidentais.

    O Ditador não é o supra-sumo do humor inteligente ou espirituoso, mas carrega um sarcasmo cômico pouco comum nas telas. Em alguns momentos chega à sátira requintada de um episódio de South Park, noutros apela para o grosseiro e escatológico, mas sem pesar a mão. Na média é diversão das boas para quem quer fugir um pouco do humor bem comportado dos patrulhados dias atuais.


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus