O GRANDE TRUQUE

O GRANDE TRUQUE

(The Prestige)

2006 , 130 MIN.

14 anos

Gênero: Suspense

Estréia: 02/11/2006

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Christopher Nolan

    Equipe técnica

    Roteiro: Christopher Nolan, Jonathan Nolan

    Produção: Aaron Ryder, Christopher Nolan, Emma Thomas

    Fotografia: Wally Pfister

    Trilha Sonora: David Julyan

    Estúdio: Newmarket Productions, Syncopy, Touchstone Pictures, Warner Bros. Pictures

    Elenco

    Andy Serkis, Anthony De Marco, Basilina Butler, Brian Tahash, Chao Li Chi, Chris Cleveland, Christian Bale, Christopher Judges, Christopher Neame, Clive Kennedy, Daniel Davis, David Bowie, Edward Hibbert, Enn Reitel, Ezra Buzzington, Gregory Humphreys, Hugh Jackman, J. Paul Moore, James Lancaster, James Otis, Jamie Harris, Jim Piddock, Jodi Bianca Wise, John B. Crye, Johnny Liska, Julia Sanford, Kevin Will, Mark Ryan, Michael Caine, Monty Stuart, Nikki Glick, Olivia Merg, Piper Perabo, Rebecca Hall, Ricky Jay, Rob Arbogast, Roger Rees, Ron Perkins, Russ Fega, Sam Menning, Samantha Mahurin, Scarlett Johansson, Scott Davis, Sean Howse, William Morgan Sheppard, Zoe Merg

  • Crítica

    02/11/2006 00h00

    O Grande Truque é um filme repleto de mágica em todos os sentidos. Com certeza, não há um meio mais apropriado do que a tela do cinema para transmitir a fantasia que os grandes ilusionistas passam para a sua platéia. Dirigido por Christopher Nolan, o filme traz de volta a parceria de sucesso com o ator Christian Bale, de Batman Begins, ao lado de Hugh Jackman, o Wolverine de X-Men, O Filme.

    Um truque de mágica pode parecer simples para os leigos, mas não é bem assim, principalmente na virada do século, em Londres, período em que é ambientada a história. O filme explica que são necessários três atos para constituir uma boa mágica: A Promessa, no qual o mágico apresenta um objeto comum que, geralmente, não é; A Virada, em que esse objeto comum será transformado em algo extraordinário, momento em que todos tentam descobrir o segredo; e O Grande Truque, no qual ocorre a mudança e a grande surpresa para a platéia que sempre fica estarrecida com o resultado. E é nessa mesma seqüência que os fatos vão acontecendo no filme, com um final surpreendente.

    O longa possui três períodos que se cruzam: um presente e dois passados distintos. Alfred Borden (Christian Bale) é o rival direto do mágico Robert Angier (Hugh Jackman). Já na primeira cena, acompanhamos a morte misteriosa de Anguie. Borden é o principal suspeito e é preso por isso. Na prisão, o mágico recebe o diário do rival e passa a conhecer melhor a vida e os truques do falecido. As cenas vão acontecendo enquanto lê o diário, como um flash-back, sempre querendo roubar e destruir a mágica do outro, tudo de uma maneira quase infantil. Até que a obsessão passa a falar mais alto e mandar nas ações de cada um, resultando em mortes e perdas.

    Christopher Nolan é um ótimo nome para criar e dirigir um roteiro tão complexo, de forma que não se torne confuso ao espectador. As histórias se cruzam em uma linha do tempo peculiar, cheia de flash-backs. Isso poderia ter destruído o bom argumento do filme, mas, com a direção de Nolan, tornou-se um grande atrativo, sua mágica pessoal. Assim como os grandes ilusionistas desviam nossa atenção para esconder o mecanismo do truque, o cineasta utiliza a própria trama para esconder seus segredos. Para isso, uma boa iluminação se faz necessária, criando um clima de suspense e mistério.

    Christian Bale (Psicopata Americano) e Hugh Jackman (Van Helsing - O Caçador de Monstros) mostram que mereceram, com louvor, o papel de protagonistas. Suas performances aumentam ainda mais o suspense, especialmente sobre quem seria o bandido ou o mocinho do filme. David Bowie está irreconhecível como o cientista Nikola Tesla, o que nos remete à qualidade da maquiagem criada.

    O Grande Truque é digno de ser visto e revisto, proporcionando admiração em todos os momentos, seja pela poderosa direção de arte ou pela trama do longa. Isso prova que não há um título mais apropriado para o filme que nos revelará ser, realmente, um grande truque de mágica e efeitos especiais. Portanto, não acredite em tudo que vê.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus