O GRILO FELIZ

O GRILO FELIZ

(O Grilo Feliz)

2001 , 80 MIN.

Gênero: Animação

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Walbercy Ribas Ribas

    Equipe técnica

    Roteiro: Juliana Ribas, Walbercy Ribas

    Produção: Walbercy Ribas

    Trilha Sonora: Ruriá Duprat

    Estúdio: Start Desenhos Animados

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Durante os anos 70 e 80, a Start Desenhos Animados era uma das mais conhecidas e respeitadas produtoras de animação para o mercado publicitário brasileiro. Comandada por Walbercy Ribas, a empresa desenvolveu personagens inesquecíveis como a baratinha da Rodox ou o Homenzinho Azul dos cotonetes Johnson. O premiado comercial dos lápis FaberCastell, em que Toquinho canta a música “Aquarela”, é outro dos conhecidíssimos trabalhos da produtora. Homenageado pela TV Cultura como “o melhor colaborador de animação dos últimos 45 anos da propaganda brasileira”, Walbercy ganha, no Festival Anima Mundi deste ano, uma retrospectiva de seu trabalho.

    Entre os personagens da Start, o simpático grilo desenvolvido para a Sharp agora ganha vida própria, em um longa-metragem que finalmente chega aos cinemas, após 20 anos de projetos e quatro de produção efetiva. O desenho é O Grilo Feliz, programa imperdível para as crianças, nestes últimos dias de férias escolares.

    A história tem um delicioso sabor ingênuo de desenho antigo. Sem violência e com muito alto astral, o filme mostra o ambicioso lagarto Maledeto (na voz do veterano Araken Saldanha) tentando dominar toda a floresta onde vivem o Grilo Feliz (voz de Vagner Fagundes) e seus amigos. Entre outros defeitos, Maledeto não suporta música e está disposto a tudo para silenciar a harmonia das canções compostas pelo Grilo. Esta clássica luta entre o Bem e o Mal tem um contraponto humorístico proporcionado pelo Bando do Brejo e por Faz Tudo, respectivamente três sapos truculentos e um louva-a-deus bajulador, responsáveis pelos principais momentos cômicos do desenho.

    A idéia original foi criada no início dos anos 80, quando Walbercy Ribas imaginou produzir um longa-metragem dedicado a seus filhos Juliana e Rafael, na época com 6 e 4 anos. Com a falta de estrutura do cinema brasileiro, o projeto só começou a ser concretizado há quatro anos e finalmente concluído agora. Juliana e Rafael, hoje com 24 e 21 anos, acabaram participando ativamente do projeto: ela como produtora-executiva, e ele na pós-produção digital.

    O resultado final é compensador: O Grilo Feliz é um desenho divertido, repleto de valores positivos, que pode ser conferido por crianças acima de quatro anos. Apesar de todos os pesares, o cinema brasileiro consegue mostrar sua qualidade também no difícil e competitivo segmento de desenhos animados de longa-metragem.

    18 de julho de 2001
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Televisão, Canal 21, Band News e Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus