Pôster de O Grinch

O GRINCH

(The Grinch)

2018 , 105 MIN.

Gênero: Animação

Estréia: 08/11/2018

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Scott Mosier, Yarrow Cheney

    Equipe técnica

    Roteiro: Dr. Seuss, Michael LeSieur, Tommy Swerdlow

    Produção: Christopher Meledandri, Janet Healy

    Trilha Sonora: Danny Elfman

    Estúdio: Illumination Entertainment, Perfect World Pictures (Beijing), Universal Pictures

    Montador: Chris Cartagena

    Distribuidora: Universal Pictures

    Elenco

    Angela Lansbury, Benedict Cumberbatch, Cameron Seely, Kenan Thompson, Pharrell Williams, Ramone Hamilton, Rashida Jones, Scarlett Estevez, Tristan O'Hare

  • Crítica

    07/11/2018 13h51

    Por Thamires Viana

    Natal é aquela época onde as pessoas costumam distribuir amor, perdão, amizade... Mas para quem cresceu com O Grinch, live-action de 2000 estrelado por Jim Carrey, sabe que nem sempre a história da data segue esse roteiro familiar.

    Agora, dezoito anos depois, chega aos cinemas a animação que leva o mesmo nome e que, nas mãos da Ilumination, estúdio por trás de Meu Malvado Favorito, chega como uma das coisas mais legais e divertidas do ano.

    Com dublagem brasileira do ator Lázaro Ramos, a animação, ao contrário do filme que trazia o verdinho com ar mais assustador, aqui ele vem com um lado muito mais humano, mesmo sendo o famoso rabugento que odeia o Natal e faz tudo o que pode para estragá-lo. Além de ser um Grinch fofinho visualmente, ele se mostra muito maleável para demonstrar suas emoções, trazendo um enorme coração que diminuiu após um trauma de infância. 

    Fica evidente que o roteiro da animação traz muitas outras referências do conto "Como o Grinch Roubou o Natal", escrito em 1957 por Dr. Seuss como uma crítica ao capitalismo da data. O assunto ainda é atual, mesmo após 61 anos da obra, e aqui ele se torna ainda mais brutal na cena onde pessoas se importam mais com os presentes do que com o jovem e orfão Grinch que observa tudo pela janela, tristonho.

    No entanto, o contraste da crítica vem com a garotinha Cindy Lou Who, que se mostra uma criança solidária, sem interesses em grandes embrulhos ou luxo na data. Pelo contrário, ela se esforça para que o espírito natalino inspire um milagre na vida de sua família. E é ela quem faz Grinch perceber o que realmente importa no Natal. 

    A dublagem brasileira é um acerto, já que Lázaro mostra domínio no desafio de emprestar sua voz para um personagem tão mal-humorado. Como uma forma de "abrasileirar" o monstrinho verde, ele insere dialetos divetidos como "dar linha na pipa", e claro, isso faz o público gargalhar. Além disso, o ator soube como encaixar cada emoção do personagem em seu tom, fazendo com que a dublagem fique em perfeita sincronia.

    Mas claro que precisamos destacar que Benedict Cumberbatch, ator que dubla a versão em inglês, também faz um excelente trabalho! Nos trailers legendados, é quase impossível reconhecer a voz da estrela do MCU. Sua experiência em dublagem é conhecida pelos filmes O Hobbit: A Batalha Dos Cinco Exércitos, no qual faz a voz de Smaug e em Os Pinguins De Madagascar, onde dubla Secreto.

    Na parte visual, assim como em Pets - A Vida Secreta Dos Bichos ou nos filmes da franquia Meu Malvado Favorito, há uma preocupação em trazer cores vivas, principamente nas decorações de Natal onde as luzes vibram. O personagem foi muito bem trabalhado em seu aspecto físico, apresentando expressões tão realistas que é quase possível sentir as emoções do verdinho.

    O Grinch é, de fato, um presentão antecipado de Natal para o público que adora os filmes que seguem essa temática. É divertido, alegre, com um humor inteligente e que traz lições de vida que ensinam crianças e adultos. É definitivamente uma animação que precisava ser feita para apresentar às novas gerações uma adaptação que destaca a importância do perdão e do amor em uma data tão especial. 

  • SQL Error: Array ( [0] => 42000 [1] => 1064 [2] => You have an error in your SQL syntax; check the manual that corresponds to your MySQL server version for the right syntax to use near 'ORDER BY t.publicado_em' at line 17 )
    SQL STM: SELECT t.id, t.slug, t.titulo, t.descricao, t.publicado_em, t.id_thumb, t.url, thumb.imagem AS imagem_thumb, thumb.id_tamanho AS id_imagem_thumb, t.publicado_em FROM cin_web_cinemateca cin INNER JOIN cin_web_cinemateca_trailers_rel rel ON rel.id_cin = cin.id_cin INNER JOIN cin_web_trailers t ON t.id = rel.id_trailer LEFT JOIN cin_web_imagem_tamanhos thumb ON t.id_thumb = thumb.id_imagem_tamanho WHERE cin.id_cin = ORDER BY t.publicado_em


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus