O LADRÃO

O LADRÃO

(Vör)

1997 , 97 MIN.

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Pavel Chukhrai

    Equipe técnica

    Roteiro: Pavel Chukhrai

    Produção: Igor Tolstunov

    Elenco

    Misha Philipchuk, Vladimir Mashkov

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    "O LADRÃO

    Não se deixe enganar pelo título. Ainda não fizeram um filme sobre a administração Celso Pitta. Na verdade, a história de O Ladrão se passa na Rússia, em 1952. Katja é uma mulher viúva, bonita, e mãe de Sanya, um esperto garoto de seis anos de idade. Carente, ela se apaixona à primeira vista por Tolyan, um charmoso soldado que encontra num trem. No mesmo dia eles já estão morando juntos. Mas Katja não sabe que na verdade o seu “príncipe encantado” é um tremendo mau caráter que vai deixar marcas profundas tanto nela como no pequeno Sanya.

    Dentro da tradição melodramática que marca o cinema Russo, O Ladrão é um filme que não hesita em mexer no vespeiro das relações mãe/filho/padrasto para compor uma história triste e melancólica. Nos seus aspectos formais, o filme está longe de ser inovador. Tanto que foi indicado ao Globo de Ouro e ao Oscar de melhor filme estrangeiro, premiações que tendem a valorizar o tradicional. E em termos narrativos é apenas bonito, acrescentando pouco ou quase nada à cinematografia russa em particular e européia em geral.

    Vencedor de cinco Nika – o Oscar russo – O Ladrão estreou no Rio de Janeiro em 1998, e só agora chega a São Paulo. Mais uma vitória do grupo carioca Estação, que arrendou os dois Top Cine da Avenida Paulista, e vem conseguindo escoar seus bons títulos também no mercado paulistano. "

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus