O LENHADOR

O LENHADOR

(The Woodsman)

2004 , 87 MIN.

16 anos

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Nicole Kassell

    Equipe técnica

    Roteiro: Nicole Kassell, Steven Fechter

    Produção: Lee Daniels

    Fotografia: Xavier Pérez Grobet

    Trilha Sonora: Nathan Larson

    Elenco

    Benjamin Bratt, David Alan Grier, Kevin Bacon, Kevin Rice, Kyra Sedgwick, Mos Def

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Que aparência teria um abusador de crianças? Resposta: nenhuma, até lhe dizerem que é um.

    O trecho acima, do conto Uma Senhora Ressaca, escrito por Charles Bukowski, trata do mesmo tema de O Lenhador. Além de mostrar os dramas de um personagem pedófilo em busca de redenção, o filme aborda a visão que os outros têm em relação ao acusado por esse crime.

    Kevin Bacon é Walter, um homem que acaba de sair da prisão. Em condicional, aluga um apartamento na frente de uma escola primária e consegue emprego em uma madeireira. O fato dele permanecer na janela observando criancinhas não seria tão assustador se não fosse o crime pelo qual ficou preso por 12 anos: pedofilia. Misterioso e fechado, não consegue se abrir nem mesmo ao psicólogo. A única pessoa a quem Walter se permite ter um envolvimento é a colega de trabalho Vickie (Kyra Sedgwick).

    O maior problema de todos, como diz Bukowski, é quando lhe dizem que você é um pedófilo. Walter já sabe disso, claro, mas as pessoas em volta não e, quando elas descobrem o crime cometido, fica mais difícil ainda para ele conseguir se livrar do estigma. Ao mesmo tempo em que não consegue evitar o desejo por garotinhas, Walter procura a "cura" não nas sessões de terapia às quais é obrigado a freqüentar ou no convívio familiar - que, aliás, não existe, já que sua irmã já não fala mais com ele e o cunhado, Carlos (Benjamin Bratt), o visita sempre, mas, como sua esposa, tem medo que Walter se sinta atraído pela filha pequena dos dois - ou no trabalho, mas sim observando um homem que sempre aborda garotinhos na porta da escola que fica perto de sua casa.

    A mente humana é cheia de esquisitices. Entre os desvios de comportamento, provavelmente, o mais repugnante é a pedofilia. Por isso, a abordagem desse tema tem tudo para ser igualmente repugnante, o que não acontece aqui. A diretora estreante e roteirista Nicole Kassell conduz sua história com tamanha sutileza que, ao contrário dos que estão em sua volta, realmente torcemos para que Walter consiga se recuperar. Kassell consegue tirar ótimas atuações de seu elenco, especialmente de Kevin Bacon. Calcado nas boas atuações, O Lenhador consegue a proeza de mostrar o drama de um pedófilo sem apelar para clichês, abordagens óbvias ou cenas chocantes.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus