O PEQUENO VAMPIRO

O PEQUENO VAMPIRO

(The Little Vampire)

2000 , 95 MIN.

anos

Gênero: Aventura

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Uli Edel

    Equipe técnica

    Roteiro: Karey Kirkpatrick, Larry Wilson

    Produção: Richard Claus

    Fotografia: Bernd Heinl

    Trilha Sonora: Michael Csányi-Wills, Nigel Clarke

    Elenco

    Alice Krige, Anna Popplewell, Dean Cook, Jim Carter, John Wood, Jonathan Lipnicki, Richard E. Grant, Rollo Weeks

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Numa pequena escola em Hamburgo, Alemanha, a professora Angela Sommer-Bodenburg se sentia frustrada com a carência de boas obras infanto-juvenis que pudessem incentivar seus alunos à leitura. Ao invés de lamentar a escuridão, porém, Angela preferiu acender uma vela e resolveu ela mesma escrever seus próprios livros. Resumo da história: a dedicada professora criou o personagem O Pequeno Vampiro, sobre quem já editou 16 livros, que venderam mais de 12 milhões de cópias, traduzidas para 20 idiomas. Um sucesso editorial deste porte não poderia deixar de virar filme. Assim, produtores alemães e holandeses, em parceria com a norte-americana Warner Bros., uniram forças para levar às telas as aventuras do Pequeno Vampiro.

    O ótimo ator mirim Jonathan Lipnicki (de Jerry McGuire e O Pequeno Stuart Little) foi escalado para o papel principal e US$ 22 milhões foram investidos para viabilizar a caprichada produção. Jonathan interpreta Tony, um menino da Califórnia que tem problemas em se adaptar à sua nova escola, na Escócia. Não sem motivos. Seus novos colegas e professores ridicularizam os estranhos pesadelos do garoto, que passou a sonhar com vampiros desde sua mudança para a Europa. Certa noite, Tony conhece Rudolph (Rollo Weeks), um menino morto-vivo que se tornará seu grande amigo. Juntos vão viver uma grande aventura envolvendo um segredo secular, amuletos perdidos, estacas, crucifixos e a própria salvação de todo um clã de vampiros.

    Seria muito difícil supor que o cineasta alemão Uli Edel - depois de dirigir filmes de temática pesada como Christiane F. Drogada e Prostituída, Noites Violentas no Brooklyn e Corpo em Evidência – fosse se dedicar com desenvoltura à aventura juvenil O Pequeno Vampiro. Porém, demonstrando versatilidade, Edel conseguiu resultados bastante atrativos neste seu novo filme. O Pequeno Vampiro tem ação, um ótimo nível de produção, belas locações na Escócia e muito bom humor. O pequeno Lipnicki leva nas costas praticamente toda a ação, esbanjando a mesma dose de carisma e simpatia de seus sucessos.
    Talvez as crianças menores se assustem com alguns momentos mais “vampirescos” ou estranhem a grande quantidade de cenas escuras, mas mesmo assim O Pequeno Vampiro é entretenimento garantido para todas as idades. O filme não subestima a inteligência das crianças e jovens, tampouco aborrece os adultos. Um ótimo programa para as férias.

    10 de janeiro de 2001
    ------------------------------
    Celso Sabadin é jornalista especializado em cinema desde 1980. Atualmente é crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão e do Canal 21. Às sextas-feiras é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus