O PROCURADO

O PROCURADO

(Wanted)

2008 , 110 MIN.

18 anos

Gênero: Ação

Estréia: 22/08/2008

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Timur Bekmambetov

    Equipe técnica

    Roteiro: Chris Morgan, Derek Haas, Michael Brandt

    Produção: Iain Smith, Jason Netter, Jim Lemley, Marc E. Platt

    Fotografia: Mitchell Amundsen

    Trilha Sonora: Danny Elfman

    Estúdio: Spyglass Entertainment, Universal Pictures

    Distribuidora: Paramount Pictures Brasil

    Elenco

    Angelina Jolie, Chris Pratt, Common, James McAvoy, Kristen Hager, Marc Warren, Morgan Freeman, Terence Stamp, Thomas Kretschmann

  • Crítica

    22/08/2008 00h00

    Baseado na história em quadrinhos Wanted, de Mark Millar e J.G. Jones (ainda inédita no mercado editorial brasileiro), O Procurado é o primeiro filme norte-americano do cineasta russo Timur Bekmambetov, de Guardiões da Noite (2004) e Guardiões do Dia (2006) - esse último, lançado no Brasil diretamente em DVD -, trabalhos que o credenciaram a ser convidado a conduzir esta adaptação.

    Wesley Gibson (James McAvoy) tem um emprego entediante: é gerente de contabilidade numa empresa. Com uma chefe histérica (Lorna Scott) e um melhor amigo (Chris Pratt) que transa com sua namorada (Kristen Hager) - tão histérica quanto a chefe, diga-se de passagem -, o protagonista não tem uma vida que possa ser chamada de digna, no mínimo, ao mesmo tempo em que o cansaço e o tédio só faz com que ele não tenha nenhuma vontade que sair dessas situações degradantes.

    Eis que, num belo e agitado dia, ele conhece a linda e durona Fox (Angelina Jolie), que o salva de um homem que quer matá-lo. Aparentemente, Cross (Thomas Kretschmann) e matou o pai de Gibson, Pekwarsky (Terence Stamp), e está de olho também no filho. Todos estão envolvidos com uma fraternidade de exímios assassinos, fundada por um grupo de tecelões que cumprem as profecias oferecidas por um tear. Sob a liderança de Sloan (Morgan Freeman), convencem o protagonista que ele deve juntar-se à fraternidade e desenvolver as habilidades que possivelmente herdou do pai para trabalhar à fraternidade e, finalmente, sentir-se completo.

    Um dos principais motivos do resultado bem-sucedido de O Procurado, além da direção dinâmica e os efeitos especiais caprichados, é James McAvoy. Protagonizando uma produção de ação pela primeira vez - depois de ter seu rosto conhecido por conta de dramas como Desejo e Reparação, Penélope e O Último Rei da Escócia -, o ator escocês encontra o terreno perfeito para desenvolver seu talento como ator, já que este longa-metragem de ação também tem toques de drama e humor negro. Sua personalidade ganha uma guinada radical por meio do contato com a violência, muitas vezes lembrando o papel de Edward Norton em Clube da Luta (1999). Desta forma, Wesley Gibson é um herói de ação completamente incomum, o que ajuda a conquistar também os espectadores que não são necessariamente fãs do gênero de ação.

    O Procurado é um divertido longa-metragem de ação. Filmado com o estilo único de Timur Bekmambetov - o qual já foi mostrado em seus filmes de ação anteriores -, o longa carrega um frescor na direção, muito bem-vindo neste caso, principalmente por se tratar da adaptação de uma história em quadrinhos, o que sempre pede um estilo que aproxime a linguagem cinematográfica à linguagem das HQs. O filme traz situações completamente surreais que servem muito bem à trama ao não possuírem compromisso algum com a realidade. Um exemplo bem claro envolve o fato do protagonista ser capaz de atirar com um revólver em asas de moscas sem nunca ao menos ter tocado numa arma. Tudo isso antes de atirar balas que fazem curvas. Surreal e totalmente divertido, caso você esteja disposto a quebrar o compromisso com a realidade da mesma forma que os realizadores de O Procurado fizeram.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus