O QUE VOCÊ FARIA?

O QUE VOCÊ FARIA?

(El Metodo)

2005 , 117 MIN.

14 anos

Gênero: Comédia Dramática

Estréia: 18/08/2006

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Marcelo Piñeyro

    Equipe técnica

    Roteiro: Marcelo Piñeyro, Mateo Gil

    Produção: Francisco Ramos, Gerardo Herrero

    Fotografia: Alfredo F. Mayo

    Trilha Sonora: Frédéric Bégin, Phil Electric

    Elenco

    Adriana Ozores, Carmelo Gómez, Eduard Fernandez, Eduardo Noriega, Ernesto Alterio, Najwa Nimri, Natalia Verbeke, Pablo Echarri

  • Crítica

    18/08/2006 00h00

    Quem nunca passou por um daqueles constrangedores processos seletivos para conseguir um emprego, provavelmente não sabe o tipo de provações os psicólogos são capazes de bolar para que um pobre coitado consiga um trabalho. Muita gente é a favor desses processos de seleção. Eu não sou uma dessas pessoas. Não gostaria de passar de novo por um processo desses, mas, assim como os protagonistas de O Que Você Faria?, encararia as "provas", por mais malucas que sejam. Talvez pelo senso de competição.

    Dirigido por Marcelo Piñeyro (Kamchatka), o filme coloca sete pessoas completamente diferentes numa sala. Todas querem a mesma coisa: um emprego numa grande corporação e estão prontas para fazer qualquer coisa para consegui-lo. Sempre com um imutável sorriso, a secretária Montse (Natalia Verbeke, de O Outro Lado da Cama) acompanha os candidatos: Carlos (Eduardo Noriega, de O Lobo), Nieves (Najwa Nimri), Fernando (Eduard Fernández), Ricardo (Pablo Echarri), Enrique (Ernesto Alterio), Ana (Adriana Ozores) e Julio (Carmelo Gómez). A única coisa que sabem é o nome do método de avaliação, Grönholm, cujas provas não têm muita lógica.

    O grande mérito de O Que Você Faria? é a direção e a dinâmica entre os atores. Não é necessário muito mais do que uma sala para que eles desempenhem a função de instigar o espectador. O filme critica não somente a forma como as grandes empresas escolhem quem está apto a ser admitido, mas também a própria globalização e seu impacto nas sociedades latinas. Tanto que, enquanto os protagonistas disputam a vaga, a população nas ruas de Madri, onde se passa a produção, protesta contra uma reunião do G8 (Grupo de Oito), símbolo máximo do processo de globalização.

    Baseado na peça de teatro El Método Grönholm, o filme também funciona muito bem como cinema graças a direção de Piñeyro que, aqui, volta a trabalhar com os protagonistas de Plata Quemada (2000), Eduardo Noriega e Pablo Echarri. Hermético, inteligente e divertido, O Que Você Faria? não significa muito mais do que algumas horas de entretenimento contextualizado de forma esperta, cheio de questões sociais. E nem precisa significar mais.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus