O Segredo dos Diamantes

O SEGREDO DOS DIAMANTES

(O Segredo dos Diamantes)

2014 , 86 MIN.

10 anos

Gênero: Aventura

Estréia: 18/12/2014

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Helvecio Ratton

    Equipe técnica

    Roteiro: L.G. Bayão

    Produção: Simone Matos

    Fotografia: Lauro Escorel

    Trilha Sonora: André Baptista

    Estúdio: Quimera Filmes

    Montador: Mair Tavares

    Elenco

    Alberto Gouvea, Dira Paes, Glicério Rosário Dias, Manoelita Lustosa, Matheus Abreu, Rachel Pimentel, Renato Parara, Rodolfo Vaz, Rui Rezende

  • Crítica

    15/12/2014 16h40

    É meio difícil explicar o porquê, mas O Segredo dos Diamantes é um filme fascinante. Evocando nossas memórias de infância, o filme dialoga com o espectador e, mesmo abusando dos clichês, consegue divertir e emocionar exatamente como os melhores representantes do gênero.

    Seguindo a mesma estrutura de outros longas infantojuvenis dirigidos por Helvécio Ratton (como Menino Maluquinho - O Filme), O Segredo dos Diamantes conta a história de Ângelo (Matheus Abreu), um menino de 14 anos que sofre um acidente com os pais enquanto segue para visitar a avó no interior de Minas Gerais. O menino sai ileso, mas o pai entra em coma e precisa ser transferido rapidamente para outra cidade. Sem dinheiro para pagar o procedimento, a família entra em desespero.

    Ângelo então conta com a ajuda dos amigos Carlinhos (Alberto Gouvêa) e Julia Rachel (Rachel Pimentel) para desvendar um enigma do século 18 e enfrentar uma série de desafios em busca de diamantes supostamente escondido por um padre.

    É a aposta nessa relação entre os amigos que faz o filme crescer, já que evoca aquele companheirismo romântico tão ligado com a representação das relações infantis no cinema clássico de aventura. O roteiro óbvio, mas seguro do que pretende, dá simplicidade para o desenrolar da história e aposta em diálogos amarrados de maneira despretensiosa e bem humorada. A atuação do trio de protagonistas se apega ao carisma e não é atrapalhada nem por alguns momentos pouco espontâneos.

    Lauro Escorel e Adrian Cooper, responsáveis pelas direções de fotografia e arte respectivamente, criaram um trabalho encantador. O filme não se valhe de muitos recursos, mas mostra uma Minas Gerais misteriosa, grandiosa e recheada de segredos. O cuidado com o visual é essencial para a conexão com o espectador mais jovem, já que os cenários das belas cidades históricas do interior mineiro ajudam a construir o clima sobre o qual o filme se alça. 

    O Segredo dos Diamantes é sim voltado para um público mais jovem e por isso aposta em uma trama simples, sem exigir grandes interpretações do espectador. É justamente esta simplicidade a principal responsável por tornar o trabalho de Ratton tão apaixonante. Um filme para todas as crianças, sejam as de 8 ou as de 80. 

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus