OUTONO EM NOVA YORK

OUTONO EM NOVA YORK

(Autumn in New York)

2000 , 106 MIN.

Gênero: Romance

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Joan Chen

    Equipe técnica

    Roteiro: Allison Burnett

    Produção: Amy Robinson, Gary Lucchesi, Tom Rosenberg

    Fotografia: Changwei Gu

    Trilha Sonora: Gabriel Yared

    Estúdio: MGM

    Elenco

    Anthony LaPaglia, Elaine Stritch, Jill Hennessy, Mary Beth Hurt, Richard Gere, Sherry Stringfield, Vera Farmiga, Winona Ryder

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Assim como vários outros profissionais do cinema que iniciam suas carreiras atuando, a bela chinesa Joan Chen - estrela de O Ano do Dragão e O Último Imperador - também está tentando fazer sucesso como diretora. Primeiro ela dirigiu Tian Yu, produção americana direcionada à colônia oriental que colecionou vários prêmios internacionais e chegou até a ser cogitada para o Leão de Prata de melhor direção no exigente Festival de Berlim. Tian Yu bateu a casa do milhão de dólares nas bilheterias americanas, nada mau para um filme falado em mandarim que estreou em apenas três cinemas.

    Agora, em seu segundo longa, Chen tenta alçar vôos maiores. Administrando um orçamento generoso de US$ 40 milhões, rateados entre a Lakeshore Entertainment (produtora de Noiva em Fuga) e a United Artists, ela conseguiu convencer dois figurões hollywoodianos a estrelar seu romance Outono em Nova York: Richard Gere e Winona Ryder.

    A frase do pôster original do filme já dá o tom da história: "Ele se apaixonou pela primeira vez. Ela se apaixonou para sempre". Sim, prepare os seus lenços. O roteiro de Allison Burnett (que, apesar do nome feminino, é homem e só havia escrito antes roteiros para filmes de ação) fala de Will (Gere), um bon-vivant cinqüentão que já teve em sua cama todas as mulheres que queria, mas que sempre sai em busca de outras mais. Até o dia em que ele conhece uma garota muito mais jovem (Winona), por quem, óbvio, se apaixona perdidamente. Tudo isso envolvido com a bela luz de outono obtida pelo diretor de fotografia Changwei Gu, o mesmo de Adeus Minha Concubina.

    Claramente direcionado ao público feminino, Outono em Nova York não economiza no açúcar. Escancara as emoções, não tem medo de ser piegas e vai fundo no sentimentalismo. Por isso mesmo, divide opiniões: há quem deteste e há quem se acabe de tanto chorar. Por via das dúvidas, os diabéticos devem evitar.


    16 de novembro de 2000
    -------------------------------------------------------------
    Celso Sabadin é jornalista especializado em cinema desde 1980. Atualmente é crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão e do Canal 21. Às sextas-feiras é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus