PLANO DE VÔO

PLANO DE VÔO

(Flightplan)

2005 , 100 MIN.

14 anos

Gênero: Suspense

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Robert Schwentke

    Equipe técnica

    Roteiro: Billy Ray, Peter A. Dowling

    Produção: Brian Grazer

    Fotografia: Florian Ballhaus

    Trilha Sonora: James Horner

    Estúdio: Imagine Entertainment, Touchstone Pictures

    Distribuidora: Buena Vista Home Entertainment

    Elenco

    Erika Christensen, Jana Kolesarova, Jodie Foster, Kate Beahan, Marlene Lawston, Peter Sarsgaard, Sean Bean

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Se você está procurando por momentos tensos e conflitos psicológicos, Plano de Vôo é perfeito para criar crises de pânico até mesmo no espectador mais calmo e centrado. Nesses tempos de refilmagens em alta, uma história inusitada com um roteiro criativo estava mesmo fazendo muita falta. O único pecado, que outros filmes de suspense também cometem, são os excessos de intriga. O diretor Robert Schwentke quis tanto surpreender no final, que o filme acaba fugindo do controle e do contexto do roteiro, comprometendo o entendimento do espectador.

    O longa-metragem foi muito criticado pelo sindicato dos comissários de bordo norte-americanos, que queria boicotá-lo. Isso tudo por trazer à tona um sentimento de pavor que envolve a população dos EUA, após o trágico 11 de setembro. Líder de bilheteria por duas semanas consecutivas em sua estréia norte-americana, o público mostrou que não se importou com a tentativa de boicote, nem deixou o medo falar mais alto.

    A história de Plano de Vôo gira em torno de Kyle Pratt (Jodie Foster), uma viúva que mora na Alemanha e está levando o corpo de seu marido para ser enterrado nos EUA. Durante a viagem para Nova York, sua filha desaparece no enorme avião de última geração. Além de enfrentar o trauma da morte inexplicada do marido, Kyle precisa buscar coragem para desvendar o mistério do sumiço de sua filha. Emocionalmente destruída, ela ainda tem de provar para a tripulação e passageiros que não está louca. E mais: que não é perigosa ao avião, como alguns passam a acreditar.

    O diretor alemão Robert Schwentke é conhecido por filmes ousados como Tatuagem. Ele aproveitou o pouco espaço do avião - fato que poderia ter sido um problema para a equipe técnica - para criar um clima claustrofóbico e estreitar a relação entre o público e as angústias sofridas pela protagonista. Vencedora de dois Oscars, Jodie Foster segura a difícil interpretação do começo ao fim, mudando de um estado psicológico para outro, sem quebrar o ritmo do filme.

    Plano de Vôo leva você para dentro do avião como se fosse um passageiro. Por não ter cenas externas, você acaba querendo ajudar Kyle Pratt a descobrir toda a verdade e sair correndo do avião. Então, aperte os cintos, segure-se na poltrona e se prepare para ficar com os nervos à flor da pele ao deixar o cinema.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus