PONTO DE VISTA

PONTO DE VISTA

(Vantage Point)

2008 , 90 MIN.

14 anos

Gênero: Drama

Estréia: 14/03/2008

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Pete Travis

    Equipe técnica

    Roteiro: Barry Levy

    Produção: Neal H. Moritz

    Fotografia: Amir M. Mokri

    Trilha Sonora: Atli Örvarsson

    Estúdio: Original Film, Relativity Media

    Elenco

    Bruce McGill, Dennis Quaid, Édgar Ramírez, Eduardo Noriega, Forest Whitaker, Holt McCallany, Matthew Fox, Richard T. Jones, Said Taghmaoui, Sigourney Weaver, William Hurt, Zoe Saldana

  • Crítica

    14/03/2008 00h00

    Depois de A Morte de George W. Bush, outro filme com a mesma temática entra em cartaz nas salas brasileiras. Enquanto o falso documentário citado idealiza uma situação baseada na realidade, Ponto de Vista parte da ficção para desenvolver uma trama complexa, retratada de maneira menos simples ainda: a partir de oito pontos de vista diferentes, vindos de envolvidos em diferentes situações na trama central, o assassinado do presidente norte-americano.

    Thomas Barnes (Dennis Quaid) já salvou a vida do presidente Ashton (William Hurt) noutra situação, mas, traumatizado, não tem conseguido ser alvo de muita confiança, especialmente vinda de seus colegas. Mesmo assim, ele é escalado para acompanhar o líder norte-americano num encontro com várias nações na Espanha. Considerado um verdadeiro marco na diplomacia mundial, há a possibilidade de atentados terroristas ocorrerem no evento, já que o presidente dos EUA é mal-visto por pacifistas. E, de fato, ele é alvo de um atentado em plena praça espanhola. É este o fato observado pelos oito personagens e narrativas diferentes no longa, que inclui o segurança, seu colega Kent Taylor (Matthew Fox, de Lost), o turista norte-americano Howard Lewis (Forest Whitaker, ganhador do Oscar por O Último Rei da Escócia), o grupo de reportagem chefiado por Rex Brooks (Sigourney Weaver) e o segurança do prefeito local, Enrique (Eduardo Noriega).

    Ponto de Vista consegue resolver muito bem as versões da mesma história que se propõe a tratar, resultando num interessante exercício de desenvolvimento de roteiro. A história também toma rumos mirabulantes, que facilmente se perderiam caso o texto fosse ligeiramente confuso - o que não ocorre, neste caso. As cenas de ação funcionam tão bem a ponto do espectador sentir um alívio quando a história "recomeça" em outro personagem. No entanto, existe um quê de clichê, de patriotismo piegas, na resolução da história, o que incomoda. Mesmo assim, Ponto de Vista resulta num satisfatório filme de ação. Nada mais do que isso.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus