QUEBRA DE CONFIANÇA

QUEBRA DE CONFIANÇA

(Breach)

2007 , 110 MIN.

12 anos

Gênero: Drama

Estréia: 27/07/2007

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Billy Ray

    Equipe técnica

    Roteiro: Adam Mazer, Billy Ray, William Rotko

    Produção: Jeffrey Silver, Robert F. Newmyerer, Scott Kroopf, Scott Strauss

    Fotografia: Tak Fujimoto

    Trilha Sonora: Mychael Danna

    Estúdio: Sidney Kimmel Entertainment, Universal Pictures

    Elenco

    Aaron Abrams, Bruce Davison, Caroline Dhavernas, Chris Cooper, Clare Stone, Gary Cole, Jonathan Keltz, Kathleen Quinlan, Laura Linney, Mary Jo Deschanel, Ryan Phillippe, Tom Barnett

  • Crítica

    27/07/2007 00h00

    Talvez filmes sobre os bastidores do FBI já tenham se tornado cansativos. Ou casos de corrupção envolvendo figuras respeitáveis de altos escalões não sejam exatamente uma novidade para um país acostumado a tantos escândalos. O suspense Quebra de Confiança, mesmo sob a sempre atrativa égide de "baseado em casos reais", acaba resultando num filme pouco envolvente.

    A trama se inspira no fato acontecido em 2001, quando o veterano e respeitado funcionário de FBI Robert Hanssen (aqui vivido por Chris Cooper, de Seabiscuit - Alma de Herói) passa a sofrer um processo de investigação, suspeito de ter vendido por mais de 20 anos informações da inteligência americana à antiga União Soviética. É o FBI investigando o próprio FBI. O Bureau coloca no escritório de Hanssen o jovem estagiário Eric (Ryan Phillipe, de Studio 54) com a missão de relatar detalhadamente cada passo do suposto traidor da pátria.

    É sobre esta dicotomia jovem/ velho, traidor/ herói, experiência/ ingenuidade que o roteiro se desenvolve. Porém, a direção de Billy Ray (neste seu segundo longa, depois de O Preço de Uma Verdade) se mostra fria e até certo ponto burocrática, não causando na platéia o envolvimento necessário para que se crie empatia com os personagens. O resultado é apenas morno.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus