ROCK OF AGES: O FILME

ROCK OF AGES: O FILME

(Rock of Ages)

2012 , 122 MIN.

14 anos

Gênero: Musical

Estréia: 24/08/2012

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Adam Shankman

    Equipe técnica

    Roteiro: Allan Loeb, Chris D'Arienzo, Justin Theroux

    Produção: Adam Shankman, Garret Grant, Jennifer Gibgot, Matt Weaver, Scott Prisand, Tobey Maguire

    Fotografia: Bojan Bazelli

    Trilha Sonora: Adam Anders

    Estúdio: Corner Store Entertainment, Maguire Entertainment, New Line Cinema, Offspring Entertainment

    Distribuidora: Warner Bros

    Elenco

    Adrienne Van Dyke, Aimee Fernandez, Alec Baldwin, Angel Luis Hernández, Aniela McGuinness, Anna Crossley, Antonio Padinm Ramón Valderrama, Anya Garnis, B.J. Parker, Barry Habib, Benjamin Centoducati, Brad Champion, Bryan Cranston, Buddha Gonzalez, C.J. Tywoniak, Catherine Zeta-Jones, Celina Beach, Chantel Gonsalves, Charles Van Dyke, Choice Gray, Christopher De Stefano, Constantine Maroulis, Dan Finnerty, Daniel Wills, Danny Shamon, David W. LeBlanc, Diego Boneta, Donald Dowd, Eduardo M. Freyre, Edward Toro, Edwin Segovia, Ellen Marguerite Cullivan, Elvire Emanuelle, Eric Ditman, Erica Frene, Frank Meli, Frenchi Dourbecker, Gisselle Gonzalez, Heidi Rae, Helmy Lavezzari, Indra Patel, Jaelynn Rouge, Jaime Ray Soto, Janelle Rodriguez, Jason Gatto, Jennie Parrish, Jessica Guadix, Joao Gerundo, John McGlothlin, Jordana DePaula, Juan Gallo, Julia Shure, Julianne Hough, Julie Anne, Karelix Aliceam Irene Kelly, Katherine Gilton, Katie Flynn, Katrina Rose Tandy, Kevin Nash, Kira Marie, Lacey Toups, Lashawn Butler, Laurel Levey-Giacomino, Lisa Marie Quillinan, Lorraine Caporaso, Malin Akerman, Marcelo Feldman, Marcus Johns, Marnie Alexenburg, Mary J. Blige, Maxwell Terlecki, Mike Guzman, Nicholas X. Parsons, Patrice Sepulveda, Paul Giamatti, Randy Herman, Ricardo Fumasoli, Robert di Scipio, Russell Brand, Scott Opiela, Shane Hartline, Shauna Kae Lauritzen, Shawn Copenhaver, Stephanie Renee Lopez, Susan Pages, Tamara Jones, Taylor Anthony Miller, Terra Dawn, Tom Cruise, Valentina Karantoni, Vanessa Volt, Veronica Berry, Veronica Viruet Simpson, Vivi Pineda, Will Forte

  • Crítica

    23/08/2012 11h00

    Por Daniel Reininger

    Nostalgia é a palavra que melhor define Rock of Ages, filme que procura recriar o cenário rock’n’roll de Los Angeles dos anos 80. Baseada num show da Broadway, a produção traz uma trilha sonora inspirada, com Joan Jett, Bon Jovi, Twisted Sister, entre outros. Entretanto, o longa é preguiçoso, incapaz de fazer jus ao lema Sexo, Drogas e Rock’n’Roll e muito menos de entregar uma narrativa de qualidade.

    A trama conta a história de uma garota do interior (Julianne Hough) que vai para Los Angeles em busca do sonho de se tornar uma cantora. Tudo parece lindo e maravilhoso, até que a menina chega em frente ao famoso bar The Bourbon Room e tem seus discos roubados. Isso a coloca no caminho de Drew Boley (Diego Boneta), que a ajuda a arrumar emprego no local e a joga num mundo decadente e sensual.

    A partir daí, começa uma sequência de trapalhadas e situações constrangedoras ao som de boas músicas. A comparação com a série de TV Glee é inevitável, ambos têm personagens losers e arranjos musicais que hora caem muito bem, hora desagradam ou ficam menos rock’n’roll do que deveriam. Por mais estranho que isso possa soar, o filme lembra ainda produções como Mamma Mia! e Showgirls. Seja como for, tenha em mente que quanto mais você gostar de rock, menos vai apreciar o filme – diferente do que acontece em Isto é Spinal Tap, por exemplo.

    A tática do longa-metragem é a mesma do espetáculo da Broadway: oferecer músicas clássicas para ganhar logo de cara os espectadores que, com sorte, vão acabar não reparando no enredo sem sal, na fotografia batida e na edição descuidada. A presença de grandes nomes no elenco, como Alec Baldwin, Catherine Zeta-Jones, Russell Brand, Paul Giamatti e Tom Cruise ajuda a conquistar o público, mas em geral as atuações são caricatas e nada convincentes.

    A principal atração, sem dúvida, é a presença de Cruise em outro papel bizarro a la Trovão Tropical: Stacee Jaxx, um astro do rock inspirado em Axl Rose. Só que o rockstar está fora de controle e parece não se importar com nada além de bebidas e mulheres. Para piorar, ele nunca se separa de uma garrafa de uísque e do macaco de estimação que ele chama de Hey Man – que garante algumas das piadas mais sem graça de Rock of Ages.

    O interessante e problemático Stacee Jaxx é um cara extremamente sensual, ou deveria ser, pois o diretor Adam Shankman (Hairspray - Em Busca da Fama) parece não ter decidido se queria algo cômico ou erótico. Pelo menos as tentativas de Cruise são engraçadas. Por sinal, o filme insiste em apelar para a sensualidade dos personagens a todo o momento (o que até faz sentido com a temática). O resultado, no entanto, é sempre patético. O que deveria ser sensual é, na verdade, ridículo – nem as cenas de strip-tease se salvam.

    Mesmo com todos seus problemas, afirmar que Rock of Ages não diverte nem um pouco seria mentira, pois há momentos bons aqui e ali ao longo de suas duas horas. Sem dúvida é a sequência final que (quase) salva o dia, em especial a cena ao som de We’re Not Gonna Take It, da banda Twisted Sister. Isso não significa que você deve ir ao cinema com grandes expectativas. Principalmente porque o filme faz questão de nos lembrar a todo o momento que, para todos os efeitos, estamos pagando, sem direito a cerveja, para ver celebridades brincarem de karaokê.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus