SAINDO DO ARMÁRIO

SAINDO DO ARMÁRIO

(Get Real)

1998 , 110 MIN.

16 anos

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Simon Shore

    Equipe técnica

    Roteiro: Patrick Wilde

    Produção: Stephen Taylor

    Trilha Sonora: John Lunn

    Elenco

    Ben Silverstone, Brad Gorton, Charlotte Brittan, James D. White, Patric Nielsen, Stacy A. Hart, Tim Harris

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    A estréia no cinema do diretor Simon Shore e do roteirista Patric Wild foi recebida com muito entusiasmo em vários festivais europeus de cinema independente: Saindo do Armário recebeu prêmios importantes, inclusive uma indicação para melhor filme no badalado British Independent Film Awards.

    A história mostra Steven (Ben Silverstone), um rapaz de 16 anos que convive calma e tranqüilamente com sua condição de homossexual, descoberta e assumida desde os 11 anos de idade. Porém, Steven se vê obrigado a esconder de todos a sua preferência sexual, “para proteger as pessoas”, como ele mesmo diz. Se os pais sabem, ficariam arrasados. Se o namorado for exposto, seus planos desabariam. E assim sucessivamente. Sua única amiga e confidente é Linda (Charlotte Brittain), uma divertida vizinha.
    A situação começa a ficar difícil para Steven quando ele se apaixona por Dixon (Brad Gordon), justamente o astro dos esportes, objeto de desejo de todas as garotas da escola. Cada vez mais o rapaz tem dificuldades em continuar sufocando seus sentimentos.

    É a partir desta trama baseada na peça de teatro “What’s Wrong With Anger?” (de autoria do próprio roteirista Patric Wild) que Saindo do Armário monta um painel de encontros e desencontros amorosos, num filme ao mesmo tempo terno, simples e sincero. Quase ingênuo.

    No dia em que a Sessão da Tarde começar a abordar o tema da homossexualidade, Saindo do Armário poderá ser o filme de estréia. Ele é digno e edificante, sem ser pretensioso. Como diz o próprio personagem principal em seu discurso final, “É só amor. Do que vocês têm tanto medo, afinal?”.

    ------------------------------
    Celso Sabadin é jornalista especializado em cinema desde 1980. Atualmente é crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão e do Canal 21. Às sextas-feiras é colunista do Cineclick. [email protected]

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus