SE EU FOSSE VOCÊ 2

SE EU FOSSE VOCÊ 2

(Se Eu Fosse Você 2)

2008 , 100 MIN.

10 anos

Gênero: Comédia

Estréia: 02/01/2009

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Daniel Filho

    Equipe técnica

    Roteiro: Adriana Falcão, Daniel Filho, Euclydes Marinho, Rene Belmonte

    Produção: Daniel Filho, Iafa Britz, Marcos Didonet, Vilma Lustosa, Walkiria Barbosa

    Fotografia: Nonato Estrela

    Estúdio: Globo Filmes, Lereby Produções, Total Entertainment

    Distribuidora: Sony Pictures

    Elenco

    Adriane Galisteu, Ary Fontoura, Bernardo Mendes, Carlos Bonow, Cássio Gabus Mendes, Chico Anysio, Glória Pires, Isabelle Drummond, Marcos Paulo, Maria Gladys, Maria Luísa Mendonça, Maria Maya, Renata Batista, Tony Ramos, Vivianne Pasmanter

  • Crítica

    02/01/2009 00h00

    Se Eu Fosse Você foi o filme brasileiro mais visto nos cinemas em 2006, tendo levado mais de três mil espectadores às salas. Em 2009, Se Eu Fosse Você 2 tem a tarefa de garantir sucesso similar ao longa anterior. Como em time que está ganhando não se mexe, os mesmos elementos responsáveis pelo sucesso da comédia original são explorados nesta continuação.

    Para quem não se lembra, Se Eu Fosse Você brincava com uma situação fantasiosa: como num passe de mágica, Helena (Glória Pires) e Claudio (Tony Ramos) trocam de corpos. Nesta seqüência, eles enfrentam um divórcio iminente. Tudo piora quando a filha adolescente, Bia (Isabelle Drummond), engravida. Não bastando, o fenômeno inexplicável que, no longa anterior, fez com que trocassem de corpos, acontece novamente. O cenário está pronto para mais algumas engraçadas confusões que o casal provoca.

    Novamente dirigido por Daniel Filho, Se Eu Fosse Você 2 traz os mesmos elementos que fizeram o sucesso do filme anterior. Os protagonistas ganham novos e mais complexos desafios nesta seqüência. A boa notícia é que mesmo assim ela consegue ser bem-resolvida. Glória e Ramos encontram-se mais à vontade nos papéis trocados, como se já tivessem sacado como interpretar um ao outro. Aliás, mais uma vez, Ramos rouba a cena como Helena, sendo capaz de arrancar muitas risadas da platéia. Claro que o filme ainda traz aqueles momentos "vergonha alheia", o que podem ser deselegantes, normalmente, mas geralmente funcionam junto ao público quando o objetivo é fazer rir.

    Se Eu Fosse Você 2 é um filme que aposta bastante no sucesso junto ao público. Realizado com o desafio de superar, ou mesmo se igualar, com o sucesso da produção anterior, não deve fazer feio nos cinemas simplesmente por apostar no que já deu certo. Sem correr riscos, não tem muito a perder. E os créditos finais já avisam: uma continuação está a caminho.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus