SOB O CÉU DO LÍBANO

SOB O CÉU DO LÍBANO

(Le Cerf-Volant/ The Kite)

2003 , 80 MIN.

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Randa Chahal Sabag

    Equipe técnica

    Trilha Sonora: Ziad Rahbani

    Estúdio: Ulysse Productions

    Elenco

    Flavia Bechara, Maher Bsaibes, Rasma Asmar, Renée Dick, Ziad Rahbani

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Vencedor do Leão de Prata no Festival de Veneza, Sob O Céu do Líbano é interessante por dois motivos. Primeiro porque desperta a curiosidade do espectador ao mostrar uma cultura completamente diferente da nossa e, segundo, porque a diretora Randa Chahal Sabbag elaborou um filme leve, sublime, com toques de humor ingênuo, mesmo sendo ambientado em um local repleto de conflitos religiosos.

    Em meio ao clima intenso na região das colinas de Golan, fronteira entre Líbano e Israel, uma jovem de 16 anos empina pipa com outras crianças em um vilarejo próximo a soldados que vigiam uma área. Ela é Lamia (Flavia Bechara), uma drusa - religião segregada proveniente do islamismo, na qual os fiéis não são considerados nem mulçumanos, nem judeus - moleca, muito apegada a Nabil (Nayef Naly), seu irmão mais novo. Porém, a chegada da idade adulta faz com que os pais de Lamia planejem seu casamento, oferecendo à garota perspectivas de futuro. A jovem é prometida ao filho de sua prima Mabrouke (Renné Dick), depois das famílias conhecerem os noivos por fitas de vídeo.

    Na linha de fogo está Youssef (Moher Bsaibes), jovem soldado responsável pelo controle da umas das torres da fronteira. Onírico, pouco se importa com seu trabalho. Seu grande interesse é Lamia, que vigia diariamente pelos binóculos e fica atento às conversas entre as famílias na fronteira a fim de descobrir mais sobre sua paixão. Nesse meio tempo, Youssef também ouve os conselhos filosóficos de seu colega mais experiente Zaid (Ziad Rahbani), que nas horas vagas é um cara ébrio que protagoniza alguns momentos divertidos e patéticos.

    Lamia, que recusa o casamento desde o início, vive descontente e não sente nenhuma atração por Sami (Edmound Haddad), o noivo, que por sua vez também está insatisfeito com o matrimônio. Ela não conversa com sua nova família, mal come e, depois de notar o interesse de Youssef, passa o dia em algum local onde o soldado possa vê-la. Como Lamia não se adapta à nova vida, ela é devolvida à família e vira motivo de chacota em sua comunidade.

    Sob O Céu do Líbano tem uma bela fotografia, ajudada pelos cenários, uma cadeia de montanhas entre a Síria e Israel. Sua narrativa mostra personagens presos em função das questões e tabus sociais de uma região conservadora e bucólica. Méritos para trilha sonora composta por Ziad Rahbani e para Randa Chahal Sabbag, que desenvolveu um filme agradável em que cabe ao espectador interpretar qual é o desfecho da história.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus