SONHADORA

SONHADORA

(Dreamer: Inspired by a True Story)

2005 , 105 MIN.

anos

Gênero: Drama

Estréia: 20/10/2006

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • John Gatins

    Equipe técnica

    Roteiro: John Gatins

    Produção: Brian Robbins, Hunt Lowry, Michael Tollin

    Fotografia: Fred Murphy

    Trilha Sonora: Jan A. P. Kaczmarek

    Elenco

    Dakota Fanning, Dan Beene, Kurt Russell, Maryetta Coleman, Oded Fehr, Tommy Barnes

  • Crítica

    20/10/2006 00h00

    Um filme com Dakota Fanning (Guerra dos Mundos) já vale a pena ser visto somente pela atuação da pequena atriz, porém Sonhadora tem outros pontos positivos que podem servir como atrativo. O longa é a estréia de John Gatins como diretor, mas não como roteirista, tendo assinado títulos como Hardball (2001) e Coach Carter - Treino para a Vida (2005). Portanto, Gatins possui experiência com textos que envolvem drama e a busca pela superação.

    Sonhadora gira em torno da família de Cale Crane (Dakota Fanning), uma garota que ama demais o pai e tenta se aproximar dele por meio do seu trabalho. Ben Crane (Kurt Russel) é treinador de cavalos de corrida, mas um dia já foi um grande criador. Soñador é uma égua com um incrível potencial como cavalo de corrida até o momento em que fratura uma das patas. É quando seu dono pede para Ben sacrificá-la. Contrário ao pedido, Ben é demitido e, em um acordo, recebe a égua como parte do pagamento.

    A família Crane está passando por uma situação difícil financeiramente. Cale nunca perde a esperança e vê em Soñador a chance de recuperação da família, trazendo a união e o amor de volta ao haras em que vivem. A história é verídica e aconteceu em 1995, com uma égua chamada Mariah's Storm.

    O filme não é espetacular, mas é justamente sua simplicidade que prende e emociona. A fotografia de Sonhadora se destaca desde a primeira cena: uma tomada aérea belíssima, sobrevoando diversos haras, com suas pastagens verdes e impecáveis, que culmina no velho e desgastado lar da família Crane. As imagens e os enquadramentos de John Gatins criam a emoção necessária para o enredo.

    Não há momentos de ação no longa, Sonhadora transcorre lentamente até o final. Se o elenco fosse outro, teríamos mais uma série de clichês sobre cavalos e sua lições de moral, mas Dakota Fanning mostra uma maturidade incrível, amparada pela experiência de Kurt Russel (Poseidon) e Kris Kristofferson (Nasce Uma Estrela). Até mesmo o cavalo mostra alguns truques de interpretação ao lado da atriz. Por isso, Dakota é o grande diferencial do filme.

    O resultado é um bom entretenimento para a família, com lições sobre união, confiança e, como o próprio título já diz, sobre sonhos.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus