TERRA FRIA

TERRA FRIA

(North Country)

2005 , 123 MIN.

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Niki Caro

    Equipe técnica

    Roteiro: Michael Seitzman

    Produção: Jeff Skoll, Nana Greenwald, Nick Wechsler

    Fotografia: Chris Menges

    Trilha Sonora: Gustavo Santaolalla

    Estúdio: Participant Productions, Warner Bros

    Elenco

    Charlize Theron, Elle Peterson, Frances McDormand, Jeremy Renner, Richard Jenkins, Sean Bean, Thomas Curtis, Woody Harrelson

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Terra Fria é a primeira produção norte-americana da diretora neozelandesa Niki Caro, que ficou mundialmente conhecida após dirigir o drama A Encantadora de Baleias (2002). Em ambos, Niki aborda a situação de uma mulher em um ambiente estritamente masculino, algo que a diretora mostra compreender como poucos.

    A produção é adaptação do livro escrito por Clara Bingham no qual ela descreve o primeiro caso de assédio sexual na Justiça norte-americana. O centro da ação é Josey (Charlize Theron, indicada ao Oscar de Melhor Atriz por esta atuação). Mãe de dois filhos, ela acaba de se separar do marido violento. De volta à casa dos pais, ela deve trabalhar para sustentar os filhos sozinha. O trabalho como cabeleireira não lhe paga muito. Por meio de sua amiga Glory (a sempre ótima Frances McDormand), ela fica sabendo que a empresa mineradora da cidade está contratando mulheres para trabalhar lá após uma decisão da Suprema Corte - que obriga a empresa a contratar funcionárias. O trabalho é pesado, mas o salário compensa. É o que Josey precisava para conseguir a independência na criação dos filhos.

    Mas, além do trabalho duro, a protagonista e suas colegas de trabalho devem aprender a lidar com o ambiente extremamente machista onde se encontram. Alvo de piadas pesadas de seus colegas - que não admitem o fato de mulheres ocupando cargos que deveriam ser de outros homens -, cada dia é um pesadelo. Mas Josey não acha justo ter de suportar tudo isso. Bela demais para poder trabalhar em paz no meio de dezenas de caipiras, ela também não está a fim de deixar o emprego (e, principalmente, seu pagamento mensal) e tenta fazer com que o pesadelo pare. Sem conseguir sucesso ao falar com seus superiores na empresa, ela resolve mover uma ação judicial contra os que a assediam sexualmente e moralmente, tendo a ajuda do advogado Bill White (Woody Harrelson). Claro que essa ação a torna um marco nos direitos femininos.

    O roteiro de Terra Fria não é nada genial. Muito menos inovador. Afinal, histórias feministas desse naipe já foram mostradas algumas vezes no cinema. Mas o que merece destaque em Terra Fria é a direção de Niki Caro e a performance de Charlize Theron. Talvez por contribuírem com seus olhares femininos sobre essa história de luta contra o machismo.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus