THE BUSINESS - UMA CARREIRA PARA O PARAÍSO

THE BUSINESS - UMA CARREIRA PARA O PARAÍSO

(The Business)

2005 , 97 MIN.

16 anos

Gênero: Comédia Dramática

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Nick Love

    Equipe técnica

    Roteiro: Nick Love

    Produção: Allan Niblo, James Richardson

    Fotografia: Damian Bromley

    Trilha Sonora: Ivor Guest

    Estúdio: Vertigo Films

    Elenco

    Danny Dyer, Geoff Bell, Georgina Chapman, Tamer Hassan

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Filmes como Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes (1998) fazem parte de uma espécie de escola cinematográfica. Com trilha sonora bem-cuidada, direção modernosa - cheia de tomadas e ângulos inusitados -, esse tipo de filme mostra bandidos cool consumindo e vendendo drogas. Muitas drogas. Se tiverem um carregado sotaque inglês, melhor ainda. The Business - Uma Carreira Para o Paraíso, dirigido e roteirizado por Nick Love (Violência Máxima), é mais uma produção britânica dessa mesma escola.

    Centrada durante os escandalosos anos 80, a trama de The Business - Uma Carreira Para o Paraíso gira em torno da figura do jovem Frankie (Danny Dyer). Nascido e criado num bairro suburbano inglês, dentro de uma família em frangalhos, ele viaja à cidade espanhola de Málaga a fim de fazer uma entrega ao pomposo playboy e ex-detento Charlie (Tamer Hassan). Ele logo vai com a cara do rapaz e o chama para trabalharem juntos traficando maconha na aconchegante cidade litorânea. Sob a proteção de Charlie, sócio do psicótico Sammy (Geoff Bell), Frankie rapidamente torna-se membro da gangue e envolve-se no mundo violento e fascinante do crime organizado. Com um guarda-roupa baseado em agasalhos esportivos, shorts curtos e camisas justinhas, Frankie seduz as garotas do lugar, especialmente a bela Carly (Georgina Chapman), que vem a ser a namorada do ciumento e violento Sammy. Por causa dessa garota, o protagonista se envolve em alguns problemas, que não chegam a ser tão grandes quanto os adquiridos quando ele e Charlie resolvem levar novos tipos de drogas a Málaga.

    The Business - Uma Carreira Para o Paraíso é mais um filme entre tantos outros. Apesar de bem-dirigido, não se destaca em nenhum aspecto se comparado aos seus similares já citados. A direção de arte valoriza a arquitetura espanhola da locação, misturada às escandalosas luzes néon típicas das boates oitentistas. A trilha sonora é óbvia, feita para conquistar o espectador de qualquer forma ao usar clássicos absolutos dos anos 80, como My Shirona (The Knack), Don't Forget About Me (Simple Minds), Modern Love (David Bowie) e Call Me (Blondie).

    The Business - Uma Carreira Para o Paraíso é um filme divertido, não há como negar, especialmente por ser tão fiel à estética dos anos 80. Para os mais velhos, trata-se de um atrativo com gosto de nostalgia. No entanto, há tantos elementos batidos deste novo representante desse subgênero cinematográfico que o espectador pode ficar entediado. Ou sentir que já viu esta ou aquela cena antes.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus