TRATAMENTO DE CHOQUE

TRATAMENTO DE CHOQUE

(Anger Management)

2003 , 106 MIN.

14 anos

Gênero: Comédia

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Peter Segal

    Equipe técnica

    Roteiro: Adam Sandler, David Dorfman, Tim Herlihy

    Produção: Barry Bernardi, Derek Dauchy, Jack Giarraputo, Joe Roth, John Jacobs, Todd Garner

    Fotografia: Donald McAlpine

    Trilha Sonora: Teddy Castellucci

    Estúdio: Revolution Studios

    Elenco

    Adam Sandler, Ellizzette Duvall, Heather Graham, Jack Nicholson, Kevin Dunigan, Lori Heuring, Marisa Tomei

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Havia uma grande expectativa: daria certo juntar num mesmo filme atores de estilos (e reputações) tão diferentes como Adam Sandler e Jack Nicholson? O resultado pode ser conferido na comédia Tratamento de Choque, que estréia neste final de semana. E a resposta fica no meio termo. O filme não é tão genial quanto Nicholson, nem tão sem sal quanto Sandler.

    Partindo de um mote que lembra muito o filme Nosso Querido Bob (de 1991, com Richard Dreyfuss e Bill Murray), Tratamento de Choque mostra Sandler no papel de Dave, um desenhista reprimido, desprezado pelo chefe, incapaz de tomar qualquer tipo de atitude mais positiva ou agressiva. O conhecido "zero à esquerda". Certo dia ele é envolvido por um acontecimento dos mais estranhos, a bordo de um avião: mesmo mantendo seu estilo totalmente passivo, ele é acusado de agressão e condenado a fazer uma terapia especial para pessoas de comportamento violento. É aí que entra Jack Nicholson, interpretando o Dr. Rydell, um psiquiatra com jeito de ser muito mais maluco que seus próprios pacientes. Estabelece-se então uma situação clássica, padrão de inúmeras comédias: a dicotomia ente os personagens principais, o conflito dos opostos. O reprimido Dave se vê totalmente dominado pelo seu folgadíssimo médico, e as gags são construídas em cima destes estereótipos.

    Nada muito especial, mas divertidinho. O roteiro apenas mediano é maquiado por uma caprichada produção que consumiu um orçamento de US$ 75 milhões, com direito a belas locações em Nova York, boa direção de arte, tomadas aéreas, e toda esta deliciosa perfumaria hollywoodiana que nos faz esquecer um pouco a fragilidade do argumento. E, claro, é sempre bom ver Jack Nicholson. Mesmo que ele repita olhares e expressões amalucadas que o consagraram em Um Estranho no Ninho, O Iluminado e As Bruxas de Eastwick.

    Além de tudo, é divertido conferir as várias participações especiais que desfilam em Tratamento de Choque. Entre elas, Woody Harrelson, Harry Dean Stanton, John C. Reilly, John Turturro, Heather Graham, o ex-tenista John McEnroe e o famoso ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus