TREINANDO O PAPAI

TREINANDO O PAPAI

(The Game Plan)

2007 , 110 MIN.

Gênero: Comédia

Estréia: 11/04/2008

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Andy Fickman

    Equipe técnica

    Roteiro: Audrey Wells, Kathryn Price, Nichole Millard

    Produção: Gordon Gray, Mark Ciardi

    Fotografia: Greg Gardiner

    Trilha Sonora: Nathan Wang

    Estúdio: Walt Disney Pictures

    Elenco

    Brian J. White, Dwayne Johnson, Gordon Clapp, Hayes MacArthur, Jamal Duff, Kyra Sedgwick, Madison Pettis, Morris Chestnut, Paige Turco, Roselyn Sanchez

  • Crítica

    11/04/2008 00h00

    Sessão da Tarde é um programa que atrai - ou não - quem fica em casa após o almoço, gosta de assistir a filmes dublados na TV e dispensa os canais por assinatura. Os filmes são geralmente repetidos, em sua maioria comédias que fizeram sucesso - ou não, também - há um bom tempo e já perderam a graça.

    Quando novos filmes estréiam no circuito do cinema, já dá para perceber quando vai parar na grade da Rede Globo. Treinando o Papai é um forte candidato a se juntar a Jumanji, Esqueceram de Mim e De volta para a Lagoa Azul.

    A comédia de Andy Fickman (Ela é o Cara), protagonizada por Dwayne Johnson, o fortão The Rock (de O Escorpião Rei), conta a história de Joe Kingman, jogador de futebol americano solteirão e rico, que vive uma vida de festas. Mas o sonho logo se desfaz , quando ele conhece a filha de sete anos que nunca soube que existia. Agora, no momento mais importante de sua carreira, Joe tem de administrar as festas e treinos com aulas de balé clássico, historinhas antes de dormir e bonecas que vieram junto com a pequena.

    O ponto alto do longa fica por conta da excelente atuação de Madison Pettis. A atriz não se intimidou nem um pouco com sua estréia em Hollywood, muito pelo contrário: sua presença em cena é extremamente agradável, ela é "fofa" na medida certa e tem carisma de sobra para conquistar o espectador.

    O filme faz o gênero água-com-açúcar, ideal para quem busca entretenimento leve e quer desestressar. Apesar de ficar duas semanas consecutivas na liderança das bilheterias dos cinemas norte-americanos, rendendo impressionantes US$ 22,7 milhões em sua estréia, o filme usa e abusa dos clichês, e pode decepcionar os que vão às telonas em busca de novidades e tramas inusitadas.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus