UM LUGAR PARA RECOMEÇAR

UM LUGAR PARA RECOMEÇAR

(An Unfinished Life)

2005 , 107 MIN.

12 anos

Gênero: Drama

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Lasse Hallström

    Equipe técnica

    Roteiro: Mark Spragg, Virginia Korus Spragg

    Produção: Alan Ladd Jr., Kelliann Ladd, Leslie Holleran

    Fotografia: Oliver Stapleton

    Trilha Sonora: Oliver Stapleton

    Estúdio: Miramax Films, Revolution Studios

    Distribuidora: Imagem Filmes

    Elenco

    Becca Gardner, Camryn Manheim, Damian Lewis, Jennifer Lopez, Josh Lucas, Morgan Freeman, Robert Redford

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    A assinatura do cineasta sueco Lasse Halström (Chegadas e Partidas) já mostra que deve haver algo de especial em Um Lugar Para Recomeçar. Seus filmes prezam pela sensibilidade aguçada, o que não é diferente em seu mais novo projeto. Com a ajuda de grandes performances, é isso que o diretor consegue nesta produção que prende o espectador por ser comovente de uma forma simples e sutil.

    O enredo de Um Lugar Para Recomeçar gira em torno do perdão. A produção se passa no Estado norte-americano de Wyoming. Num rancho bastante bucólico, moram Einar (Robert Redford) e Mitch (Morgan Freeman), dois amigos de longa data que têm um dia-a-dia regrado pela constância. Einar cuida do rancho e de seu amigo, praticamente inválido após ter sido atacado por um urso. Suas cicatrizes físicas parecem ser pequenas perto das marcas na alma de seu amigo, que perdeu o filho em um acidente de carro. Einar carrega esse peso de ter enterrado seu filho de uma forma amarga, sofrida. Por outro lado, temos Jean (Jennifer Lopez), nora de Einar que resolveu criar sua filha em outra cidade, longe dos olhos do avô. Quando ela se vê sem lugar para onde ir quando sai de casa, fugindo do namorado violento, sua única alternativa é voltar a Wyoming, onde estão suas lembranças mais amargas. Junto ela leva a pequena Griff (Becca Gardner), menina de 11 anos que acaba de descobrir que tem um avô. E está indo morar com ele.

    O durão Einar não gosta muito da chegada inesperada de Jean na fazenda. Afinal, sua presença só faz com que lembranças do filho sejam reavivadas. Mesmo assim, a jovem permanece lá ao lado da filha a fim de tentar reconstruir a vida. Mas não é somente ela que tem uma vida a ser reconstruída, Einar também tem. Com a chegada dessa família que mal sabia existir, ele tem de lidar com o perdão e seguir em frente. O drama é pesado, tratando de assuntos que poderiam levar o filme a um dramalhão insuportável, mas ele é conduzido de forma sensível e agradável. Os diálogos - especialmente entre Mitch e Einar - são afiados e divertidos. Além da atuação obviamente destacável dos veteranos atores, também vale a pena citar a estreante Becca Gardner. Em sua primeira cena, o espectador pode pensar: "Ok, mais uma menina metida a esperta num filme". Apesar dela ter um papel fundamental na trama, ajudando na redenção do protagonista, não é essa a abordagem. A atriz-mirim consegue manter esse toque infantil que o personagem pede, além de ser bastante carismática.

    Um Lugar Para Recomeçar é um filme simples e sincero. Sua trama não é das mais criativas, mas consegue tocar de forma certa o espectador exatamente por ser extremamente contido no sentimentalismo, assim como seus personagens principais, pessoas endurecidas pelo difícil dia-a-dia.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus