UM NAMORADO PARA MINHA ESPOSA

UM NAMORADO PARA MINHA ESPOSA

(Um Novio Para Mi Mujer)

2008 , 100 MIN.

14 anos

Gênero: Comédia

Estréia: 13/11/2009

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Juan Taratuto

    Equipe técnica

    Roteiro: Pablo Solarz

    Produção: Juan Lovece

    Fotografia: Pablo Schverdfinger

    Trilha Sonora: Iván Wyszogrod

    Estúdio: Patagonik Film Group

    Distribuidora: Paris Filmes

    Elenco

    Adrián Suar, Gabriel Goity, Valeria Bertuccelli

  • Crítica

    12/11/2009 15h50

    O protagonista se chama Tenso. Sugestivo. Trata-se de um sujeito totalmente infeliz no casamento, mas que não sabe como terminar com sua agonia. Sua esposa, Tana, é insuportável. Uma verdadeira TPM ambulante, o mau humor encarnado sob a forma de mulher. Seguindo os conselhos de um (muy) amigo, Tenso resolve contratar um sedutor profissional, Cuervo Flores, para que ele conquiste Tana, dando assim motivos suficientes para Tenso terminar o casamento.

    Claro que tudo vai dar errado.

    Um Namorado para Minha Esposa não passa nem perto do nível de qualidade dos ótimos filmes argentinos que têm chegado ao Brasil nos últimos anos. Contrariamente ao que nos acostumamos a ver na cinematografia do país Hermano, este é rude, vulgar e - pecado imperdoável para uma comédia - não tem graça. Com protagonistas desagradáveis e até irritantes, Um Namorado para Minha Esposa traz um roteiro raso, popularesco, piorado por uma fotografia falsa, uma cenografia estilo Projac e um elenco sem carisma.

    Uau! E olha que eu nem estou de TPM. Não hoje.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus