UM SEGREDO ENTRE NÓS

UM SEGREDO ENTRE NÓS

(Fireflies in the Garden)

2008 , 120 MIN.

14 anos

Gênero: Drama

Estréia: 31/10/2008

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Dennis Lee

    Equipe técnica

    Roteiro: Dennis Lee

    Produção: Marco Weber, Sukee Chew, Vanessa Coifman

    Fotografia: Daniel Moder

    Trilha Sonora: Javier Navarrete

    Elenco

    Carrie-Anne Moss, Cayden Boyd, Emily Watson, Hayden Panettiere, Ioan Gruffudd, Julia Roberts, Ryan Reynolds, Willem Dafoe

  • Crítica

    31/10/2008 00h00

    Se você tem problemas com sua família (alguém não tem?), prepare-se para derramar algumas lágrimas no drama Um Segredo Entre Nós, tradução nacional fraquinha para o original Fireflies in the Garden (que seria Vaga-Lumes no Jardim, bem mais poético, não?).

    O filme traz vários daqueles elementos especialmente criados para levar o espectador ao choro. Morte de uma mãe de família, filho rejeitado pelo pai, piano tocado lentamente como base da trilha sonora, gramados e plantações verdejantes, crianças fofas... É covardia! Difícil resistir. Mas a boa notícia é que o diretor estreante Dennis Lee, se não tem nas mãos um roteiro exatamente criativo (escrito por ele mesmo, a partir de um poema de Robert Frost), pelo menos tem o bom senso de temperar todos estes elementos com dignidade, sem apelações baratas. E, convenhamos, todo mundo sempre se identifica pelo menos um pouquinho com um filme que trata do resgate de problemas familiares.

    A história é centralizada em Michael (Ryan Reynolds), um escritor amargurado que está prestes a publicar um livro que contará todas as mazelas de sua família cruelmente disfuncional. Aos poucos, e em ordem não cronológica (bom recurso para aumentar o interesse pela trama), o espectador fica sabendo por que Michael é tão estranho, e quais seriam, afinal, os terríveis segredos contidos naquele livro.

    O filme se apóia numa narrativa melancólica, num tom entristecido, e num ótimo time de coadjuvantes, que inclui Julia Roberts, Willem Dafoe, Emily Watson e Carrie-Anne Moss.

    Convencional, mas eficiente.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus