VIAGEM AO CENTRO DA TERRA - O FILME

VIAGEM AO CENTRO DA TERRA - O FILME

(Journey to the Center of the Earth 3D)

2008 , 94 MIN.

anos

Gênero: Aventura

Estréia: 11/07/2008

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Eric Brevig

    Equipe técnica

    Roteiro: Jennifer Flackett, Mark Levin, Michael Weiss

    Produção: Beau Flynn, Cary Granat, Charlotte Clay Huggins

    Fotografia: Chuck Shuman

    Trilha Sonora: Andrew Lockington

    Estúdio: New Line Cinema, Walden Media

    Elenco

    Anita Briem, Brendan Fraser, Garth Gilker, Giancarlo Caltabiano, Josh Hutcherson

  • Crítica

    11/07/2008 00h00

    Inspirado no romance homônimo de Julio Verne, Viagem ao Centro da Terra é uma aventura convencional que acaba se diferenciando das outras por ter sido filmado em 3D, exibido neste formato em salas de cinema devidamente equipadas (onde entram somente em cópias dubladas).

    No filme, Brendan Fraser interpreta o professor de ciências Trevor. Seu irmão, um estudioso da obra de ficção de Verne, desapareceu há dez anos e, quando surge a oportunidade de seguir os passos de Max e descobrir seu paradeiro, o cientista resolve viajar à Islândia. Detalhe: seu sobrinho, Sean (Josh Hutcherson), está temporariamente hospedado em sua casa, não dando a Trevor outra opção a não ser levar o menino à viagem. Lá, contratam os serviços de Hannah (Anita Briem), uma guia turística local cujo pai compartilhava das idéias de Verne e Max. O trio acaba preso sob uma caverna, onde embarca numa tremenda jornada rumo ao tal do centro da terra.

    Viagem ao Centro da Terra é uma aventura competente, mas alguns personagens e cenas podem causar espanto aos pequenos, especialmente se a versão do longa escolhida foi em 3D. Aliás, esta tecnologia ainda precisa de alguns ajustes. Não pela necessidade do uso de óculos - que pode tornar-se um verdadeiro fardo se o espectador usa óculos de grau, já que os dois são necessários para que ele possa assistir à versão em três dimensões -, mas pelo fato da imagem ainda ser escura demais. Em cenas "turbinadas" por muitos elementos em 3D, elas tornam-se indefinidas demais. Mesmo com os óculos, o foco das imagens não é dos melhores.

    De qualquer maneira, Viagem ao Centro da Terra funciona como uma aventura leve e dinâmica para o entretenimento dos jovens que têm tempo de sobra nas férias escolares. Em 3D ou não.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus