VISÕES

VISÕES

(The Eye 2/ Jian gui 2)

2004 , 94 MIN.

14 anos

Gênero: Terror

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Danny Pang, Oxide Pang Chun

    Equipe técnica

    Roteiro: Jo Jo Yuet-chun Hui, Lawrence Cheng

    Produção: Danny Pang, Jo Jo Yuet-chun Hui, Lawrence Cheng, Nonzee Nimibutr, Peter Chan

    Elenco

    Alan Tern, Eugenia Yuan, Jesdaporn Pholdee, May Phua, Philip Kwok, Qi Shu, Rayson Tan, San Yow

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    O cinema, assim como a sociedade atual, vem se pautando em cima de modismos. Existe uma necessidade obsessiva de rotular tendências, subgêneros, correntes estilísticas e tudo o mais, numa espécie de tentativa ansiosa de dividir o conhecimento humano em prateleiras. Desde o sucesso do filme O Chamado, criou-se no ocidente a moda de idolatrar o rotulado "terror oriental". Mil maravilhas foram ditas e escritas a respeito desta suposta "nova onda" de filmes de horror produzidos do outro lado do mundo. Não é bem assim. Nem todo filme oriental de horror é bom. Nem todo filme de horror bom é oriental. Rótulo é uma palavra muito próxima de preconceito.

    Na esteira do sucesso rotulado, a PlayArte lança nos cinemas brasileiros o terror oriental Visões, continuação de The Eye - A Vingança, lançado no Brasil diretamente em vídeo pela LK-Tel. Coisas do mercado: como os dois The Eyesão de distribuidoras diferentes, a PlayArte optou por lançar o seu sem nenhuma referência ao primeiro episódio. Criou um novo título que, por sinal, é idêntico a outros dois filmes lançados nos últimos meses por outras distribuidoras. Mas isso já é outra história.

    Este Visões, co-produção entre Hong Kong e Tailândia, fala da jovem Yuen, interpretada por Eugenia Yuan, atriz que já atuou em alguns seriados americanos de TV e acaba de filmar Memórias de uma Gueixa, de Rob Marshall. Ela é uma garota perturbada que tenta o suicídio num quarto de hotel. Fracassada a tentativa, Yuen passa a ser atormentada por assombrações, espécie de "castigo" que o budismo reserva aos suicidas. Ao mesmo tempo, ela descobre que está grávida de seu namorado.

    Mais do que a história, Visões prende a atenção pelo seu clima de suspense, que pode não ser tão aterrorizante como O Chamado, mas por outro lado foge das mesmices do terror americano adolescente. Fica num meio termo perigoso que acaba tornado o filme simplesmente "morno". Não decepciona mas também não empolga.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus