XUXA EM SONHO DE MENINA

XUXA EM SONHO DE MENINA

(Xuxa em Sonho de Menina)

2007 , 87 MIN.

Gênero: Aventura

Estréia: 21/12/2007

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Rudi Lagemann

    Equipe técnica

    Roteiro: Flávio de Souza

    Produção: Luiz Cláudio Lopes Moreira, Mônica Muniz

    Fotografia: André Horta, Paulo Souza

    Trilha Sonora: Ary Sperling

    Estúdio: Conspiração Filmes, Globo Filmes

    Elenco

    Alexandra Richter, Alice Borges, Betty Lago, Carlos Casagrande, Dirce Migliaccio, Ilana Kaplan, Letícia Botelho, Letícia Spiller, Marcelo Adnet, Marcelo Torreão, Milton Gonçalves, Sérgio Loroza, Xuxa Meneghel

  • Crítica

    21/12/2007 00h00

    Desde que Xuxa Menegel assumiu o posto de Rainha dos Baixinhos, as férias escolares são contempladas com um filme da loira e, para não deixar as crianças decepcionadas, estréia Xuxa em Sonho de Menina, de Rudi Lagemann (Anjos Do Sol).

    Na trama, Xuxa invade as telas no papel de Kika, professora de matemática de uma pacata cidade do interior que sonha em ser atriz. Quando sabe de um teste no Rio de Janeiro, corre para a rodoviária. Na correria, perde a carteira e briga com sua amiga Lara (Alice Borges, de Xuxa Requebra). Uma simpática vovó (Dirce Migliaccio, de Sem Controle) decide ajudá-la e a convida para embarcar no Stromboli, ônibus que leva sua neta (Raquel Bonfante) e mais seis crianças para uma prova de Matemática na cidade. Antes da partida, adormece e tem um longo sonho repleto de confusões. Entre eles, a polícia está em busca de seu paradeiro. Assustada e sem ter onde se esconder, aceita um bolinho mágico dado pela senhora. Kika volta a ser criança e perde o medo de buscar seus desejos.

    A história é uma continuação de Lua de Cristal, seguindo com a mensagem de realizar os sonhos, mas agora a apresentadora quer dar um novo aprendizado aos "baixinhos": querer, poder e conseguir. É a fórmula do sucesso. Ou, pelo menos, do sucesso dela. O filme tem um tom autobiográfico, com histórias do passado de Xuxa, temperadas com ficção. Na história do longa-metragem, desenvolvido em meio a questões ecológicas e passeatas em defesa da natureza, ela se apaixona pelo ambientalista Ricardo, vivido pelo ator e modelo Carlos Casagrande. Com poucas falas e sem muitas aparições na tela, ele faz o papel do mocinho, o sempre presente príncipe do filmes da loira.

    Para compensar, Letícia Botelho, que faz o papel de Xuxa durante a infância, atua muito bem. A menina, que já trabalhou em Fica Comigo Esta Noite, tem um jeito meigo e doce que encanta. Outro destaque é Maria Clara David, a Glorinha. Toda vestida de rosa, com as meninas Thayane (Gabrielly Nunes) e Vanessa (Isabela Cunha) na sua cola, é uma autêntica patricinha.

    Dessa vez, sem os cantores encontrados nas produções anteriores da apresentadora, Xuxa em Sonho de Menina causa até estranhamento. Não espere encontrar Daniel, Vinny (ambos de Xuxa Requebra), KLB ou Leonardo (de Popstar) na trama. Só há uma música, cantada por ela mesma, com direito a chuva de balões no fim do filme.

    Xuxa em Sonho de Menina apresenta uma mudança em relação aos filmes anteriores da apresentadora: esta é a primeira vez que a Conspiração Filmes (de 2 Filhos de Francisco - A História de Zezé di Camargo e Luciano e Casa de Areia, entre outros) produz um longa da loira. E, para a direção, foi escolhido o premiado cineasta gaúcho Rudi Lagemann, cuja estréia em longas-metragens ocorreu em 2006, com Anjos do Sol, drama que foca a prostituição infantil.

    O que poderia sinalizar uma mudança de estilo numa produção protagonizada por Xuxa acaba não se realizando, pois Xuxa em Sonho de Menina mantém as características de seus filmes anteriores. Tirando os cantores e o vasto elenco global que não são encontrados nessa produção, é seguido o padrão das anteriores: aventura, um romance de leve, crianças e um vilão medonho.

    Se você é fã da rainha, aproveite e não deixe de assistir. Caso contrário, não será desta vez que passará a apreciá-la.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus