ZONA VERDE

ZONA VERDE

(Green Zone)

2010 , 115 MIN.

14 anos

Gênero: Drama

Estréia: 16/04/2010

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Paul Greengrass

    Equipe técnica

    Roteiro: Brian Helgeland

    Produção: Eric Fellner, Lloyd Levin, Paul Greengrass, Tim Bevan

    Fotografia: Barry Ackroyd

    Trilha Sonora: John Powell

    Estúdio: Antena 3 Films, Dentsu, Relativity Media, StudioCanal, Universal Pictures, Working Title Films

    Distribuidora: Paramount Pictures Brasil

    Elenco

    Abdelkrim Assad, Abdul Henderson, Adam Mackey, Adam Wendling, Alex Moore, Alexander Drum, Alistair Bailey, Allen Vaught, Ammar Khdir, Amy Ryan, Antoni Corone, Aroun Benchkaroun, Aymen Hamdouchi, Ben Holland, Ben Sliney, Bijan Daneshmand, Brendan Gleeson, Brian Siefkes, Brian VanRiper, Bryan Reents, Christopher Lilly, Driss Roukhe, Edouard H.R. Gluck, Eric Loren, Eugene Cherry, Faycal Attougui, Greg Kinnear, Hajar Machroune, Hillal Boubker, Ian Bendel, Intishal Al Timimi, Jamal Selmaoui, James Hodges, James Wills, Jason Isaacs, Jeffrey John Carisalez, Jered Bezemek, Jerry Della Salla, John Roberson, Johnny Nilsson, Jonathan Stone, Kadhum Sabur, Khalid Abdalla, Larry Lewis, Latif Al Anzi, Martin McDougall, Matt Damon, Matthew Knott, Michael Diaz, Michael J. Dwyer, Michael Judge, Michael O'Neill, Miguel Berroa, Miguel Palaugalarza, Mohamed Kafi, Muayad Ali, Naji El Jouhary, Nathan Lewis, Nicoye Banks, Omar Berdouni, Patrick St. Esprit, Paul Cloutier, Paul Jones, Paul Karsko, Paul Rieckhoff, Peter Shayhorn, Raad Rawi, Robert Miller, Sabir Ed-Dayab, Said Faraj, Salah Eddine Elamari, Salman Hassan, Scott Berendes, Sean Huze, Soumaya Akaaboune, Thamou El Metouani, Timothy Ahern, Tommy Campbell, Troy Brown, Tyler Christen, Venie Joshua, Wallace Bagwell, Whitley Bruner, William Meredith, William Oakes, Yigal Naor, Youssif Falah-Jassem, Ziad Adwan

  • Crítica

    13/04/2010 15h45

    Miller (Matt Damon) é um sub-tenente do exército americano que faz parte da equipe de soldados que tenta encontrar as famosas “armas de destruição em massa” que Saddam Hussein teria escondido no Iraque. As mesmas que Bush usou como pretexto para invadir o país e dar início à guerra. Logo, porém, Miller começa a desconfiar de uma suposta falha no serviço de inteligência dos EUA, que estaria fornecendo aos militares pistas falsas de onde as armas estariam. Por conta própria e praticamente sozinho, ele começa a investigar o caso.

    Passados sete anos da invasão dos EUA contra o Iraque, hoje pode parecer até um pouco infantil uma investigação sobre as tais armas de destruição em massa, que todos já sabemos que não existiam, e foi apenas uma das gigantescas mentiras que Bush pregou no mundo e na ONU para justificar sua ganância pelo petróleo iraquiano. Neste sentido, o filme Zona Verde perde parte de sua força.

    Pode funcionar, porém, como thriller de ação, independente de seu aspecto político que já nasce envelhecido. Ou seja, mesmo sem causar nenhum tipo de surpresa, o roteiro de Brian Helgeland (o mesmo roteirista de Sobre Meninos e Lobos), escrito a partir do livro Imperial Life in the Emerald City: Inside Iraq's Green Zone, de Rajiv Chandrasekaran, tem a direção sempre competente de Paul Greengrass, o mesmo dos dois últimos episódios da trilogia Bourne (também com Matt Damon).

    Percebe-se claramente no filme o estilo ansioso de Greengrass. Com sua câmera na mão, enquadramentos claustrofóbicos, música alta e retumbante e movimentos nervosos, ele é capaz de injetar boas doses de adrenalina na plateia mesmo se estivesse filmando Sertãozinho contra Atlético de Araçatuba. Porém, tanta agitação estética, sem o devido acompanhamento de um bom conteúdo ou mesmo de uma boa dose de suspense, acaba se tornando cansativa e redundante.

    Mesmo com boas cenas de ação, direção de arte das mais convincentes (com locações em Marrocos), e ritmo incessante, Zona Verde não conquistou o público norte-americano, provavelmente cansado (ou envergonhado?) dos desmandos ocorridos na extinta era Bush: seu faturamento nas bilheterias mal ultrapassou 1/3 do custo total de produção estimado de U$$ 100 milhões.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus