CCXP: Produtores de Tartarugas Ninja falam da sequência e outros projetos

Executivos falaram também sobre Sexta-Feira 13 e Projeto Almanaque

05/12/2014 17h40

Por Daniel Reininger

Durante a Comic-Con Experience, maior evento de cultura Pop da América Latina, que acontece em São Paulo entre 4 e 7 de dezembro, o Cineclick conversou com os produtores de As Tartarugas Ninja e Sexta-feira 13, Brad Fuller e Andrew Form, da Platinum Dunes. Os dois falaram de sua paixão pelos filmes que produzem e deram dicas sobre o futuro, inclusive, sobre dois personagens clássicos de TMNT.

Logo de cara eles confirmaram a produção do segundo filme com elenco original, além de novos heróis e vilões. "Estamos em pré-produção e começamos a filmar em abril, para lançamento em 2016. Todos os personagens principais voltam, ainda estamos fechando o roteiro, mas teremos muitas novidades", diz Form. "Queremos Bebop e Rocksteady, além de Casey Jones", completa Fuller.

Questionados sobre como será ter um rinoceronte e um porco mutantes (Bebop e Rocksteady) lutando contra Tartarugas no cinema, eles pareceram confiantes. "Mal podemos esperar para vê-los na telona. Se eles funcionaram para você nos quadrinhos, darão certo no cinema", comenta Fuller. "A personalidade deles pode ser um desafio, mas certamente será algo divertido, afinal eles não são os caras mais inteligentes do mundo. Visualmente, a tecnologia de Motion Capture é capaz de coisas incríveis atualmente, mas o design ainda não está definido e estamos trabalhando nisso no momento", revela Form.

Aspectos bizarros e as diferentes versões de Tartarugas foram os maiores desafios na adaptação para o cinema. "Cada pessoa tem sua versão favorita desses personagens, sejam quadrinhos, filmes ou desenhos animados. O mais difícil foi fazer algo que pudesse agradar a todos esses públicos e ainda funcionar como história de origem que não fruste os fãs. Fizemos a melhor versão possível para tentar agradar a todos", explica Form.

As Tartarugas Ninja

 

Ao menos eles não são Aliens, como boatos indicavam no começo da produção. "Rumores de que eles poderiam ser de outro planeta surgiram enquanto o roteiro ainda era escrito. Chegamos a considerar a possibilidade, mas logo descartamos, pois sabíamos que queríamos algo que se aproximasse do que o público conhece", disse Form.

Apesar disso, escolher o caminho a seguir foi problemático. "Existem muitas versões desses personagens. Por exemplo, April não é a pessoa que dá o nome delas, certo? Nos desenhos e nos filmes pode ser verdade, mas nos quadrinhos é diferente", afirma Fuller. "Sempre quisemos um filme divertido, mas achar o tom certo é tão difícil. É mais difícil do que filmar ou fazer os efeitos", completa.

Envolvidos com remake de Sexta-feira 13, além de TMNT, falaram dos desafios de tornar essas franquias relevantes. "Possivelmente o maior desafio é e encontrar o motivo para fazer esses hoje em dia. Para nós é simples, amamos Jason, amamos as Tartarugas, e queremos fazer algo que funcione. No caso de Jason, esse será o 13º da série, marca importante, e temos que fazer algo que os espectadores se interessarem, temos que oferecer algo que nunca ninguém viu. Mas é difícil agradar a todos", explica Form.

Os produtores ainda falaram de seu novo projeto: Projeto Almanaque. "Fizemos coisas legais, mas esse é realmente espetacular, os personagens são ótimos, a jornada é divertida e você quer acompanhá-los, diz Form. "Sonhamos em fazer filmes marcantes para os jovens, assim como Goonies foi para nós, e seria ótimo ver crianças e jovens terem esse filme como algo que importante em suas vidas", completa fuller.

Os dois ainda opinaram sobre a Comic-Con Experience. "Não era o que esperávamos, estivemos em San Diego e em Nova York, mas ficamos espantados com o que vimos aqui. Tem muito mais gente do que pensávamos e as pessoas parecem realmente empolgadas. Estamos impressionados", finaliza Fuller.