Pokémon: “Sonho se tornou realidade”, diz Justice Smith

Ator conhecido por The Get Down e Jurassic World é fã estrela Detetive Pikachu

08/05/2019 16h30

Por Daniel Reininger

Pokémon: Detetive Pikachu impressiona não apenas com seu visual e humor afiado, mas pela forma como valoriza os Pokémon, sem se levar a sério demais. O longa acompanha Tim Goodman, interpretado com sagacidade por Justice Smith, e seu companheiro Pikachu em uma investigação cheia de reviravoltas. Durante a passagem do ator pelo Brasil, conversamos com o protagonista da divertida adaptação do famoso videogame:

Sonho de infância

Smith ficou sem palavras ao receber a notícia de que estrelaria o filme. "Estava comendo sozinho em um café em Nova York quando recebi a ligação do meu agente. Era um lugar tranquilo, não pude reagir como queria. Então educadamente guardei minhas coisas e corri pelas ruas da cidade, pulando de alegria (risos). Foi demais. Um sonho se tornando realidade", conta.

Ele deixa bem claro que ama a franquia. "É um sonho de infância se tornando realidade. Acho que todos nós já imaginamos como seria ter seu próprio Pokémon e eu pude chegar o mais perto possível dessa realização – que é um homem adulto andando pelo set de macacão verde (risos). Mas vi o filme esses dias e é insano de tão legal. Sinto que, ainda que eu não fizesse parte, estaria muito ansioso para assistir. É loucura", conta.

Sobre trabalhar com Ryan Reynolds, que dubla Pikachu, não faltaram elogios. "Nós passamos uma semana juntos antes das filmagens, onde ele usou um enorme capacete de captura de movimentos, e passamos todo o script. Encontramos nossa dinâmica e ele, sendo Ryan Reynolds, adicionou diversas piadas. Meu trabalho era lembrar as coisas que ele fazia para, então, fazer a minha parte. Ele é uma pessoa incrível, muito engraçado e sagaz".

A relação entre Pikachu e Tim é o ponto alto do longa. "Temos uma ótima dinâmica, bem cômica, então teria que ser algo mais nesse sentido. O diretor Rob Letterman saberia responder melhor essa pergunta, ele tem uma lista de comédias policiais que inspiraram o filme", explica.

Ele explica que é tão fã que nem precisou se preparar para o papel. "Jogo Pokémon desde criança (risos), além de assistir os filmes e o desenho. O que fiz foi assistir a série original antes das filmagens e joguei Detective Pikachu. A verdade é que eu sou aquele tipo de cara que diz: 'esse Pokémon não faria isso' ou 'esse não é o poder dele'".

POKÉMON: DETETIVE PIKACHU

Universo Pokémon

Fã de Pokémon desde criança, ele conta seu favorito é o Totodile. "Nem todo mundo o conhece, mas um dos primeiros jogos que eu tive foi Pokémon Gold e ele era um dos principais. Então ele tem um lugar especial no meu coração. Eu também amo o Gengar – o cara grandão, roxo e assustador – e vários outros. E Pikachu! Quer dizer, todo mundo ama o Pikachu", conta aos risos.

Ela cita ainda os monstrinhos que gostaria de ter ao seu lado." Charizard é ótimo, Pikachu é um ícone e bem forte. Talvez Snorlax por ser bem grande, mas ele estaria dormindo o tempo todo. Não sei responder! Precisaria revisar todos antes (risos)", brinca.

Sobre Ryme City, onde se passa a trama do filme, o ator não poupou elogios. "Os sets são incríveis. Rob quis unir Tóquio e Londres, misturar ocidente e oriente. Você consegue ver essa fusão no pôster, é bem legal. O filme tenta expandir o universo de Pokémon, porque nós já conhecemos todas essas diferentes regiões dos jogos e do desenho. Agora temos uma nova, Ryme City, onde humanos e Pokémons coexistem em harmonia. Nosso filme tenta contrastar essa interação com a de outros lugares onde os Pokémons são mantidos em Pokebolas. Definitivamente é uma parte de nossa história", diz.

O ator ainda opinou sobre qual deveria ser a próxima adaptação de Pokémon ao cinema. "Não tenho certeza. Tenho a impressão que Pokémon tem feito um ótimo trabalho em me deixar satisfeito com os lançamentos. A única coisa que consigo pensar agora é aquela vez em que Ash se torna pedra enquanto Pikachu chora. Eles têm a capacidade de pegar fundo no nosso coração e, ao mesmo tempo, criam esse folclore incrível. Mas não tenho certeza (risos), preciso pensar mais sobre isso", opina.

Smith ainda comentou sobre o resultado de uma batalha de dinossauros e Pokémons, já que ele está também em Jurassic World: Reino Ameaçado. "Ótima pergunta (risos). Eu acho que seriam os Pokémons, já que entre eles até existem alguns que se parecem com dinossauros só que com poderes. Então seria um T-Rex normal contra um que pode disparar lasers dos olhos. Com certeza apostaria neles", explica.

Pokémon: Detetive Pikachu

Live Action

Sem dúvida, a capacidade de trazer os Pokémons para a realidade de forma credível é um grande feito do longa e o ator conta que ficou sem palavras ao ver o resultado. "Recebi a ligação para o teste e Rob (Letterman) me mostrou qual era a sua visão para o filme, com essas imagens realistas dos Pokémons em um cenário urbano. E eu fiquei extasiado, era exatamente como eu imaginava quando criança. O pelo, as escamas, a pele...eu nem sabia como reagir. Lembro que ele me mostrou logo que cheguei, acabou me deixando mais nervoso ainda para o teste (risos). Eu pensava: 'Agora eu realmente quero fazer parte disso'".

Sobre o longa, o protagonista deixou claro que a ideia é agradar diversos públicos. "É um filme para todo mundo, com certeza. Existe muito coração na história, já que a base está nesse jovem buscando seu pai, buscando uma nova chance. E, por acaso, ele se une a um falante Pokémon, que garante o humor e leveza. Mas acredito que as pessoas responderão principalmente à parte emocional", afirma.

O ator conta que espera outros filmes baseados em Detetive Pikachu. "Mesmo que eu não seja parte disso, espero que continuem fazendo live-actions de Pokémon, adoro o jeito que o universo foi representado", explica.

Justice Smith ainda escolheu sua cena favorita do longa. "A cena do Mr. Mime é realmente muito boa. Mesmo levando em conta o filme todo, essa é uma das que se sobressaem".

O ator finalizou explicando porque uma pessoa que não é fã de Pokémon deveria ver o filme. "Detetive Pikachu é para todos. Quando assisti ao filme, estava acompanhado de pessoas que não sabiam absolutamente nada de Pokémon e eles entenderam tudo facilmente. Existe uma história muito humana no centro do filme. É incrivelmente engraçado e, ainda sim, tocante. Além da busca que falei anteriormente, temos a história universal do poder da amizade. Todos poderão se identificar", finaliza.

Pokémon: Detetive Pikachu já está em cartaz.

Veja o trailer: