Crítica: The Old Guard aposta em clima de HQs e Charlize Theron

O filme sobre guerreiros imortais chega à Netflix no dia 10 de julho

03/07/2020 17h37 (Atualizado em 10/07/2020 11h53)

Por Alexandre Dias

The Old Guard é um dos grandes lançamentos de julho da Netflix. O filme original da plataforma de streaming é baseado nos quadrinhos de Greg Rucka e Leandro Fernandez e chega ao serviço no dia 10. 

Na história, uma equipe de guerreiros imortais realiza várias missões ao redor do mundo. A comunidade faz isso em sigilo, mas um novo membro descoberto pode mudar o jogo.

Confira um trecho da nossa crítica: 

O filme é inspirado nas histórias em quadrinhos da Image Comics de Greg Rucka - também roteirista - e Leandro Fernandez. De fato, a estrutura da narrativa é muito parecida com os gibis de super-heróis e anti-heróis; há um certo caráter episódico, que se fosse adaptado em forma de série também faria sentido. Assim como os longas da Marvel, em que o final sempre coloca uma dica para o próximo, The Old Guard permanece em um círculo introdutório, algo que deixa a sensação de que o melhor ainda está por vir quando acaba. Nem por isso a mitologia e os personagens não conseguem empolgar.

The Old Guard é protagonizado por Charlize Theron e ainda conta com nomes no elenco como Kiki Layne e Chiwetel Ejiofor. A direção fica por conta de Gina Prince-Bythewood. 

Leia a nossa crítica completa

Veja o trailer de The Old Guard:

 

Veja também:

Conheça The Old Guard, promessa da ação com Charlize Theron

Warrior Nun é a nova série bizarra da Netflix


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus