3ª Mostra de Cinema Brasileiro leva sucessos a São Petersburgo

Evento será encerrado pelo drama O Som ao Redor, indicado pelo Brasil para concorrer a Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2014

17/10/2013 13h50

Teve início na manhã desta quinta-feira, 17, a 3ª Mostra de Cinema Brasileiro, que leva algumas das maiores produções nacionais ao cinema Rodinakino, em São Petersburgo, Rússia. O evento tem realização da Embaixada do Brasil na Rússia em parceria com a Linhas Produções Culturais e fica em cartaz durante até o próximo dia 20.

A mostra conta com a exibição de oito produções brasileiras lançadas recentemente no país. Sua abertura ficará por conta do filme Gonzaga - De Pai Para Filho, cuja trama acompanha a vida e carreira do compositor nordestino Luiz Gonzaga. O drama O Som Ao Redor, indicação do Brasil para concorrer como Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2014, encerra o evento. Vendo Ou Alugo, Até Que A Sorte Nos Separe, De Pernas Pro Ar 2, À Beira Do Caminho, Paraísos Artificiais e Uma História De Amor E Fúria completam a programação da mostra.

Antes de chegar a São Petersburgo, a Mostra de Cinema Brasileiro passou por Moscou, consolidando a relação do público russo com a produção nacional. "O cinema brasileiro vive um momento muito aquecido. Temos quantidade e qualidade para levar ao mundo. Apenas em Moscou, já são mais de sessenta filmes nesses seis anos. O público já espera todo o ano pelas novidades", afirma a curadora da Mostra de Cinema Brasileiro na Rússia, Fernanda Bulhões, sócia da Linhas Produções Culturais.

Confira a programação no cinema Rodinakino:

Quinta-feira, dia 17 de outubro
19h – Gonzaga, de pai pra filho, de Breno Silveira
21h – À Beira do Caminho, de Breno Silveira
Sexta-feira, dia 18 de outubro
19h – Paraísos Artificiais, de Marcos Prado
21h – Até que a Sorte nos Separe, de Roberto Santucci
Sábado, dia 19 de outubro
17h – Uma História de Amor e Fúria, de Luiz Bolognesi
19h – De Pernas para o ar 2, de Roberto Santucci
Domingo, dia 20 de outubro
17h – Vendo ou Alugo, de Betsé de Paula
19h – O Som ao Redor, de Kleber Mendonça

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus