A Fantástica Fábrica de Chocolate: Protagonista do livro seria negro

Revelação foi feita pela esposa do autor do livro

17/09/2017 10h23

Por Iara Vasconcelos

Roald Dahl, criador de A Fantástica Fábrica de Chocolate, queria que o pobre garotinho Charlie, que ganha o bilhete premiado para conhecer a fábrica de Willy Wonka, fosse negro na história.

A revelação foi feita pela esposa do escritor, Liccy Dahl, e pelo biógrafo Donald Sturrock durante entrevista para a BBC. Segundo ela, o marido mudou de ideia após ser desencorajado por seu agente: "O primeiro Charlie que ele escreveu era um garotinho negro. Mas seu agente o convenceu que não seria uma boa ideia se o herói da história fosse negro. A sociedade americana da época (1964) não entenderia os motivos para isso".

O livro A Fantástica Fábrica De Chocolate foi adaptado para os cinemas em duas ocasiões: Uma em 1971, com Gene Wilder no papel de Wonka, e outra em 2005, estrelada por Johnny Depp.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus