Alien: Covenant é o primeiro de uma trilogia, diz Ridley Scott

Michael Fassbender retorna como androide David

27/11/2015 10h13

Por Daniel Reininger

Alien: Covenant é a continuação de Prometheus, que serve como prelúdio de Alien - O Oitavo Passageiro, de 1979. Agora, Ridley Scott revelou seu novo plano para a franquia, que inclui três filmes.

"[Covenant] é uma história complexa. É uma evolução do que eu fiz em Prometheus. Este filme nasceu a partir da minha frustração com Alien, O Oitavo Passageiro — eu só fiz um, afinal normalmente não faço continuações, mas fiquei abismado que no terceiro longa ninguém fez a pergunta ´quem criou o Alien e por quê?´. São questões básicas. Então eu vim com esta ideia para Prometheus, de mostrar de onde ele veio", contou o diretor ao Hollywood Reporter.

Sobre a nova trilogia, disse: "Então, agora vou para o próximo, uma evolução dessa ideia, mas conectada ao primeiro [Prometheus], com Elizabeth Shaw (Noomi Rapace), que substituiu Michael Fassbender partido ao meio [ele é um robô] e continuamos a partir daí. Depois virá mais um filme e então outro, que vão nos levar gradualmente até o longa de 1979. Em outras palavras, mostraremos por que houve a viagem naquela nave e por que havia um Alien nela. Estas perguntas serão respondidas".

O primeiro filme acompanha a nave colonizadora Covenant, que vai até um planeta longínquo da galáxia em busca de um paraíso perdido, mas, na verdade, encontra um lugar sombrio e perigoso, cujo único habitante é o robótico David (Michael Fassbender), sobrevivente da expedição Prometheus. Uma pena que, com a decisão de renomear a franquia Prometheus para Alien, não devemos ter o tão esperado Alien 5, dirigido por Neill Blomkamp (Distrito 9).

Além de Fassbender, Noomi Rapace retorna para uma participação especial. O roteiro é de Jack Paglen e Michael Green. As filmagens de Covenant começam em março de 2016 na Austrália com lançamento programado para 6 de outubro de 2017.