Allison Mack se casou com escrava sexual para manter a moça nos EUA

O casamento falso teria poupado a moça de ser deportada para o Canadá

03/05/2018 11h49

Por Thamires Viana

De acordo com infomações do site Artvoice, fontes do culto sexual NXIVM disseram que a líder, Allison Mack teria se casado com uma escrava sexual chamada Nicki Clyne para manter a moça nos EUA. Clyne é cidadã canadense e estava tendo dificuldades em cumprir as obrigações de visto. Fontes disseram que a Índia Oxenberg - filha da atriz Catherine Oxenberg, da série Dinastia - testemunhou o casamento.

+ Allison Mack, a Chloe de Smallville, é suspeita de comandar seita de escravas sexuais

Até a prisão do líder da seita Keith Raniere dos EUA, e da detenção de Mack no México, ela e Clyne viviam juntas na casa de Mack, perto de Albany, Nova York. Raniere morava perto de uma casa com duas outras mulheres.

Allison Mack: Seita liderada pela atriz incluía fome, sexo e humilhações

As fontes tambéma afirmam que Mack, Clyne e Oxenberg tinham marcas em sua região pubiana com as iniciais de Raniere. A atriz de Smallville, que é a segunda no comando, tem suas iniciais queimadas nas regiões púbicas das mulheres escravas.

Allison Mack - casamento

Allison Mack e Nicki Clyne 

"A razão para o casamento falso é que Clyne é canadense e Mack, um cidadã americana", disse uma fonte próxima das duas mulheres. "O casamento é, na verdade, uma maneira comum de os estrangeiros do NXIVM permanecerem em Albany com Keith. Mulheres do México, EUA, Reino Unido e Canadá eram integrantes. Casar com alguém quando seu visto é de visitante ou trabalho acaba! Agora que o casamento gay é legal no país, Mack e Clyde são ambas devotas, isso fazia sentido. É uma ótima solução", revelou outra fonte ao site.

Clyne também é atriz e interpretou Cally Henderson na série de Tv Battlestar Galactica de 2003 a 2008. Ela se juntou ao culto NXIVM por volta de 2006, tendo sido recrutada em Vancouver, no Canadá. Ela foi encorajada a parar de atuar por Raniere, de acordo com várias fontes. Embora sob contrato em seu papel recorrente na série, em 2008, ela pediu aos produtores de Battlestar Galatica para deixá-la fora. Eles concordaram e, em um episódio, sua personagem foi morta.

Ela se tornou escrava de Raniere e Mack e teve sua região pubiana marcada com as iniciais de ambos. Ela solicitou um visto e mudou-se para Albany para viver mais perto dos líderes e começou a trabalhar no culto onde recebia US$ 15 por hora. De uma atriz de sucesso em um programa de TV, ela se tornou uma trabalhadora de baixos salários e escrava sexual de Raniere e Mack.

Fontes dizem que Clyne aceitou se casar com Mack para permanecer nos Estados Unidos e não era um relacionamento romântico. Ela era ativa na promoção do tráfico sexual e depois passou a recrutar mulheres para serem marcadas e chantageadas. Clyne fez um juramento vitalício de obedecer a Raniere.

Relembre o caso

O Sun Online revelou no ano passado que Mack havia recrutado aproximadamente 25 mulheres para o suposto culto de escravidão sexual. A matéria foi publicada juntamente com uma entrevista com Frank Parlato, ex-membro do grupo que, após ser expulso, resolveu revelar os segredos do grupo. 

Segundo Parlato, o grupo chamado DOS, derivado do grupo de autoajuda conhecido como NXIVM, é responsável por "fazer uma lavagem cerebral" em jovens mulheres, além de puní-las fisicamente e chantageá-las usando suas informações pessoais e fotos nuas. Kristin Kreuk, a Lana Lang de Smallville, também faz parte da seita.

Kristin Kreuk também pode estar envolvida em seita de tráfico sexual

As seguidoras são obrigadas a viver com uma dieta restrititiva - de até 800 calorias por dia - e precisam recrutar outras mulheres para a seita, como em um esquema de pirâmide. Caso não consigam, são submetidas a castigos físicos, como surras com pás.

As jovens também têm a pele marcada à ferro com um símbolo que supostamente inclui as iniciais de Allison Mack e de Keith Raniere, fundador do grupo.

Mack é responsável por comandar as mulheres que fazem parte do culto, mas todas as suas decisões são tomadas por Raniere, que seria o seu "mestre".

Cicatrizes

Cicatrizes de membros da seita DOS com as iniciais de Allison Mack e Keith Raniere

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus