Allison Mack: Seita liderada pela atriz incluía fome, sexo e humilhações

As jovens eram obrigadas a fazer dietas restritas, não se depilar e fazer sexo com os "mestres"

27/04/2018 14h37

Por Thamires Viana

Em sua atuação em Smallville, série que ficou no ar de 2001 a 2011, Allison Mack era infalivelmente doce, inteligente e gentil. Ela estava comprometida com o empoderamento feminino e fazendo a diferença no mundo, de acordo com várias fontes que trabalharam com a atriz.

Allison Mack, a Chloe de Smallville, é suspeita de comandar seita de escravas sexuais

Este mês, promotores federais descreveram Mack nos documentos do tribunal como a segunda pessoa no comando de um culto sexual que atraia jovens mulheres vulneráveis em benefício do guru de auto-ajuda Keith Raniere, preso no mês passado no México.

A atriz, presa no dia 19 de abril em Nova York e liberada dias depois após o pagamento de uma fiança milionária, é acusada de ser uma líder e a recrutadora principal de um grupo de jovens mulheres que foram manipuladas para servir como "escravas" para os "mestres" masculinos. Ela poderá ser condenada a prisão perpétua pelas acusações de tráfico sexual e conspiração para cometer trabalho forçado.

Allison Mack tentou recrutar Emma Watson e Kelly Clarkson para culto de escravas sexuais

Uma matéria publicada pela Variety afirma que as "escravas" de Mack eram mantidas seriamente privadas de sono e precisavam emagrecer a ponto de pararem de menstruar, de acordo com documentos judiciais. "Durante as cerimônias em que as moçam eram marcadas a ferro com as iniciais de Mack e Raniere, ela colocava suas mãos no peito delas e lhes dizia para "sentir a dor" e "pensar em seu mestre". Além disso, ela fornecia fotos nuas das mulheres para Raniere e estava ciente da inclinação dele por ter relações sexuais com várias jovens", diz o documento. 

+ Kristin Kreuk também pode estar envolvida em seita de tráfico sexual

"Várias das vítimas realizaram outros serviços além do sexo, como editar artigos e transcrever entrevistas, acreditando que, se não o fizessem, não poderiam ser liberadas. Elas também eram preparadas para fazer sexo, sendo obrigadas a aderir a dietas muito restritas, permanecer celibatárias (Raniere exigia que as mulheres fossem monogâmicas, enquanto os homens não precisavam seguir as mesmas regras) e receber ordens para parar de se depilar."

Acredita-se que a conexão de Mack com Raniere esteja enraizada no tempo que ela passou em Vancouver, onde Smallville foi filmada. A NXIVM Corp., empresa de Raniere que traz o mesmo nome do culto, publicou em seu site no início dos anos 2000 mensagens como "uma comunidade guiada por princípios humanitários". Em uma grande operação em Vancouver, ela atraiu inúmeros atores e pessoas que trabalham em produções de TV e cinema. 

Relembre o caso

O Sun Online revelou no ano passado que Mack havia recrutado aproximadamente 25 mulheres para o suposto culto de escravidão sexual. A matéria foi publicada juntamente com uma entrevista com Frank Parlato, ex-membro do grupo que, após ser expulso, resolveu revelar os segredos do grupo. 

Segundo Parlato, o grupo chamado DOS, derivado do grupo de autoajuda conhecido como NXIVM, é responsável por "fazer uma lavagem cerebral" em jovens mulheres, além de puní-las fisicamente e chantageá-las usando suas informações pessoais e fotos nuas. Kristin Kreuk, a Lana Lang de Smallville, também faz parte da seita.

Kristin Kreuk também pode estar envolvida em seita de tráfico sexual

As seguidoras são obrigadas a viver com uma dieta restrititiva - de até 800 calorias por dia - e precisam recrutar outras mulheres para a seita, como em um esquema de pirâmide. Caso não consigam, são submetidas a castigos físicos, como surras com pás.

As jovens também têm a pele marcada à ferro com um símbolo que supostamente inclui as iniciais de Allison Mack e de Keith Raniere, fundador do grupo.

Mack é responsável por comandar as mulheres que fazem parte do culto, mas todas as suas decisões são tomadas por Raniere, que seria o seu "mestre".

Cicatrizes

Cicatrizes de membros da seita DOS com as iniciais de Allison Mack e Keith Raniere

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus