Allison Mack tentou recrutar Emma Watson e Kelly Clarkson para culto de escravas sexuais

A atriz, que está presa em Nova York, contatou as duas pelo Twitter

24/04/2018 09h37

Por Thamires Viana

Mais um capítulo da história envolvendo a atriz Allison Mack, de Smallville. De acordo com informações da revista People, ela tentou recrutar Emma Watson (Harry Potter) e a cantora Kelly Clarkson para o culto sexual do qual ela fazia parte.

+ Allison Mack, a Chloe de Smallville, é suspeita de comandar seita de escravas sexuais

Em tweets escritos para a atriz de Harry Potter em 2016, Mack procurou Watson sobre um "movimento incrível de mulheres" dizendo que queria falar com ela, embora nunca tenha mencionado NXIVM (nome do culto secreto) em seus tweets.

"Eu sou uma atriz como você e envolvida em um incrível movimento de mulheres que acho que você gostaria de conhecer. Eu adoraria conversar se você estiver disponível"

+ Allison Mack, de Smalville, foi presa pelas acusações de tráfico sexual

Um mês depois, em fevereiro de 2016, Mack twittou para Watson novamente, escrevendo: "Eu participo de um desenvolvimento humano único e do movimento de mulheres que adoraria contar. Como atriz, posso me relacionar tão bem com sua visão e com o que você quer ver no mundo. Eu acho que podemos trabalhar juntas. Deixe-me saber se você está disposta a conversar".

Watson não foi a única artista que ela contatou. A atriz também tentou falar com a cantora Kelly Clarkson em julho de 2013.

"Eu ouvi através da videira que você é fã de Smallville. Eu sou uma fã sua também! Eu adoraria conversar algum dia".

Tanto Watson quanto Clarkson não responderam às abordagens de Mack. Atualmente, ela permanece detida em uma prisão aguardndo a data do seu julgamento. Ela pode ser condenada à prisão perpétua por sua ligação ao culto de tráfico sexual. O líder, Keith Reniere, também está preso.

Relembre o caso

O Sun Online revelou no ano passado que Mack havia recrutado aproximadamente 25 mulheres para o suposto culto de escravidão sexual. A matéria foi publicada juntamente com uma entrevista com Frank Parlato, ex-membro do grupo que, após ser expulso, resolveu revelar os segredos do grupo. 

Segundo Parlato, o grupo chamado DOS, derivado do grupo de autoajuda conhecido como NXIVM, é responsável por "fazer uma lavagem cerebral" em jovens mulheres, além de puní-las fisicamente e chantageá-las usando suas informações pessoais e fotos nuas. Kristin Kreuk, a Lana Lang de Smallville, também faz parte da seita.

Kristin Kreuk também pode estar envolvida em seita de tráfico sexual

As seguidoras são obrigadas a viver com uma dieta restrititiva - de até 800 calorias por dia - e precisam recrutar outras mulheres para a seita, como em um esquema de pirâmide. Caso não consigam, são submetidas a castigos físicos, como surras com pás.

As jovens também têm a pele marcada à ferro com um símbolo que supostamente inclui as iniciais de Allison Mack e de Keith Raniere, fundador do grupo.

Mack é responsável por comandar as mulheres que fazem parte do culto, mas todas as suas decisões são tomadas por Raniere, que seria o seu "mestre".

Cicatrizes

Cicatrizes de membros da seita DOS com as iniciais de Allison Mack e Keith Raniere

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus