Aquarius: Sonia Braga pede protestos contra classificação etária

Longa foi classificado como impróprio para menores

25/08/2016 10h33

Durante a pré-estreia de Aquarius no Rio de Janeiro, atriz Sonia Braga criticou a decisão de classificar o filme como impróprio para menos de 18 anos. 

Em entrevista ao jornal O Globo, Braga comentou: "Muitas novelas que passam na TV diariamente contêm cenas parecidas e nem por isso são proibidas para menores". 

+ Cannes: Campanha quer boicotar filme Aquarius por protesto contra impeachment

A atriz acrescentou: "Aquarius é um filme feito para todo mundo, sobre uma mãe de família que toma uma decisão a respeito de uma questão que envolve toda a sociedade. Estamos discutindo o Brasil de quem? Apenas das pessoas com mais de 65 anos? Não. Falamos do Brasil de todos, do Brasil que os jovens terão no futuro".

Sonia Braga aproveitou ainda para pedir que os jovens façam protestos e lutem pelo direito de ver Aquarius na telona. "É importante que se manifestem, que vão para a porta dos cinemas, acompanhados dos pais, protestar pelo direito de ver o filme".

A decisão não revoltou apenas a atriz interprete da protagonista, como também ao diretor Kleber Mendonça Filho e outros cineastas brasileiros. Em solidariedade ao longa, Gabriel Mascaro e Anna Muylaert decidiram deixar seus filmes, Boi Neon e Mãe Só Há Uma, respectivamente, fora da disputa pela indicação ao Oscar

O Ministério da Justiça usou as cenas de sexo presentes no filme para justificar a alta classificação etária de Aquarius.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus