Artista do Desastre: James Franco é processado por dar golpe em roteirista

Profissional afirma não ter recebido os créditos devidos pelo roteiro do filme

02/03/2018 12h45

Por Iara Vasconcelos

Nada como uma polêmica pré-Oscar, não é mesmo? Depois de ser acusado de assédio logo após a sua vitória no Globo de Ouro, James Franco agora é vítima de um processo movido pelo roteirista Ryan Moody, que escreveu a comédia Artista Do Desastre.

+ The Room: Curiosidades bizarras sobre o pior filme do mundo que inspirou O Artista do Desastre

Segundo a Variety, Moody afirma que a produtora de Franco, Rabbit Bandini, e a Point Grey, de Seth Rogen, teriam lhe aplicado um golpe nas negociações pelos direitos do roteiro original do filme. Ele conta que após trabalhar por mais de dois anos no projeto, e entregar cinco versões da história, foi convencido a vender a renunciar os créditos pelo seu trabalho.

No acordo proposto por Franco, o roteirista receberia os créditos como produtor associado do filme e também garantia um investimento parecido com o de Artista Do Desastre, entre US$ 5 e 10 milhões, para o seu projeto pessoal intitulado "On The Bus".

Depois de muitas conversas, ele resolveu fechar negócio e vendeu o seu roteiro por US$ 5 mil, mas para sua surpresa o orçamento liberado para o seu filme foi de apenas US$ 50 mil, valor bem abaixo do prometido pela dupla. Além disso, ele também não foi creditado como produtor associado assim como tinha sido acordado.

Moody afirma que Franco usou cenas escritas por ele deliberadamente no filme e exige que o contrato seja cumprido e os seus direitos sejam devidamente pagos. Ele ainda pede o reembolso do custo com o processo e os advogados.

Ironicamente, Artista Do Desastre concorre ao Oscar de "melhor roteiro adaptado". O longa é baseado no livro que conta os bastidores do filme "The Room", um clássico trash considerado o pior filme já feito no mundo.

Na trama, Franco vive um diretor sem noção que decide fazer o seu próprio longa após ser rejeitado em todas os testes de elenco que participou. Mas apesar de ter muito dinheiro para o projeto, ele não faz a mínima ideia de como usá-lo.

 

 

 

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus