Opinião: Batman Vs Superman e a vingança dos enganados

Críticos cansaram de ser enganados por Snyder e existe um tom de despertar para realidade

30/03/2016 18h20

Por Diego Canha

Os haters da internet (seja por serem fanboys da Marvel ou por outro motivo) ganharam corpo no pós-BvS, pois existe uma enormidade de críticas descascando o filme de Zack Snyder. E está difícil digerir essa polarização das opiniões sobre Batman Vs Superman: A Origem Da Justiça. Acompanhe minha linha de pensamento: os críticos cansaram de ser enganados por Snyder. Existe um tom de vingança ou até de despertar para realidade.

A repercussão de O Homem De Aço não foi negativa. Não tanto quanto deveria. Muitos críticos devem ter revisto o filme, relido seus textos e repensado como não pegaram pesado o suficiente com o filme de origem do Superman. E essa mágoa ficou ali guardada durante três anos para ser expelida agora.

+ Filme tem apenas 29% de aprovação no Rotten Tomatoes, mas já fez US$ 500 milhões

E qual é o maior problema de BvS? O "visionário" Zack Snyder! Sucker Punch - Mundo Surreal é o único filme dele que realmente foi odiado pela crítica. Todos os outros passaram reto. Ele não entendeu Watchmen - O Filme, 300 e o Superman antes e nunca foi criticado como merecia. É inexplicável essa reação em cadeia cheia de ódio em relação a BvS. O que vocês esperavam dele? Óbvio que ele não entenderia também o encontro dos dois maiores ícones dos quadrinhos da nossa história.

Em média, as críticas têm levado o leitor a acreditar que Batman VS Superman: A Origem da Justiça é pior do que O Homem de Aço. E isso não é verdade. No filme de 2013 existem erros (Christopher Nolan, Kurt Johnstad, David S. Goyer, Kurt Johnstad foram responsáveis pelo roteiro) irreversíveis, o principal é a maneira como Jonathan Kent (Kevin Costner) age e morre! O que já indicava que veríamos um Superman com uma personalidade diferente da maioria das versões conhecidas.

Batman Vs Superman

BvS corrige diversos desses erros: Superman passa a se importar com as vidas perdidas durante a batalha, por exemplo, e Snyder diminui o tempo das lutas (em HdA chega cansar a porradaria entre Zod e Clark). E isso já basta para tornar Batman vs Superman: A Origem da Justiça melhor.

A fórmula tem sido a mesma desde 2007: visual maneiríssimo, estética acertada, exageros na trilha, exageros nas cenas, atuações exageradas, direção fraca e algumas ótimas ideias com péssimas execuções. Sim, fiz questão de colocar um número exagerado de "exageros" na frase anterior, assim como Snyder dirigiria esse parágrafo.

Como esse texto não é para os críticos, fica aqui uma dica do titio: vá ao cinema ver o filme e tenha sua própria opinião! Mas se você quiser aumentar a chance de se divertir: vá preparado para ver um filme de Zack Snyder e todos os seus maneirismos. Esteja pronto para ficar sempre com aquele gosto de "Porra! Poderia ter sido ótimo, mas é só ok". E é isso que um filme do Snyder é: um longa nota 6 que com boa vontade vira um 7.

Tenho preguiça do Snyder! Odeio a versão do Superman do "visionário"! Mas adorei o filme mesmo com os defeitos. E acho que saí do cinema com a sensação de que há um esforço para solucionar os erros do filme de origem e estabelecer uma boa base para a Liga da Justiça, mesmo acreditando que todo esse esforço só surgiu após Chris Terrio e Ben Affleck (dupla de Argo) entrarem no projeto.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus