Bilheteria EUA: Novo Star Wars segue como líder absoluto

Frozen 2 também atingiu marca histórica no último fim de semana

06/01/2020 15h59

Por Alexandre Dias

Star Wars: A Ascensão Skywalker continua com tudo na liderança das bilheterias norte-americanas. No terceiro fim de semana de exibição, o Episódio IX fez mais de US$ 33,7 milhões e garantiu o primeiro lugar.

O longa é o responsável por encerrar o arco da família Skywalker nas telonas. Com J.j. Abrams na direção, o filme também mostra a conclusão da saga de Rey, Finn e Poe, interpretados, respectivamente, por Daisy Ridley, John Boyega e Oscar Isaac

Jumanji: Próxima Fase se estabeleceu na segunda posição com US$ 26,5 milhões. A sequência revisita o videogame do longa antecessor e conta com adições no elenco como Danny DeVito, o Pinguim de Batman - O Retorno, e Danny Glover, o Roger de Máquina Mortífera.

Em terceiro lugar, Adoráveis Mulheres veio com a trama ambientada na época da Guerra Civil norte-americana sobre quatro irmãs. O time estelar de atrizes é composto por Saoirse Ronan, Emma Watson e Meryl Streep

Logo em seguida, o reboot de O Grito conseguiu uma renda de US$ 11,3 milhões em sua estreia. Comandado pelo diretor Nicolas Pesce, o terror trata de uma maldição que faz várias vítimas. 

Na quinta posição, Frozen 2 alcançou mais de US$ 11,2 milhões e quebrou um grande recorde. De acordo com a Variety, o filme se tornou a animação de maior bilheteria de todos os tempos ao atingir a marca de US$ 1,325 bilhão. 

Confira o ranking completo de acordo com o Box Office Mojo:

1 - Star Wars: A Ascensão Skywalker - US$ 33,739 milhões
2 - Jumanji: Próxima Fase - US$ 26,5 milhões
3 - Adoráveis Mulheres - US$ 13,575 milhões
4 - O Grito - US$ 11,3 milhões
5 - Frozen 2 - US$ 11,291 milhões
6 - Um Espião Animal - US$ 10,084 milhões
7 - Entre Facas E Segredos - US$ 9,025 milhões
8 - Joias Brutas - US$ 7,826 milhões
9 - O Escândalo - US$ 4,075 milhões
10 - Cats - US$ 2,6 milhões

Veja também: Novos Mutantes ganha trailer sobre origem dos personagens


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus