Brasil vence mostra Um Certo Olhar em Cannes

Filme de Karim Aïnouz é o primeiro brasileiro a levar prêmio da competição paralela

24/05/2019 16h37

Por Daniel Reininger

A Vida Invisível De Eurídice Gusmão, coprodução de Brasil e Alemanha, foi o grande vencedor da mostra Um Certo Olhar, do Festival de Cannes. O filme se torna o primeiro brasileiro a levar uma das mais importantes premiaçoes do evento.

Dirigido por Karim Aïnouz (Madame Satã) e estralado por Fernanda Montenegro e Carol Duarte, o longa narra a trajetória de duas irmãs cariocas nos anos de 1950, cujos sonhos são soterrados pelo peso de uma sociedade machista.  Júlia Stockler, Gregório Duvivier, Marcio Vito e Nikolas Antunes também estão no elenco. O filme é baseado no romance homônimo de Martha Batalha.

"É um grande prazer representar o Brasil", afirmou o diretor ao receber o prêmio, segundo o The Hollywood Reporter. "Nós estamos passando por algo no Brasil agora que é muito muito difícil e tem algo a ver com intolerância."

"É um importante prêmio do cinema mundial e muito importante para o cinema brasileiro em um ano em que tivemos uma representação maravilhosa, com o filme do Kleber Mendonça e do Juliano Dornelles, o da Alice Furtado e o filme produzido pelos irmãos Gullane. Antes de qualquer coisa, é importante que este prêmio possa incentivar o futuro do cinema brasileiro, a diversidade da nossa cultura para que tenhamos um Brasil melhor do que estamos vivendo agora. Queria dedicar especialmente para a minha amada Fernanda Montenegro, para todas as atrizes do filme e para todas as mulheres do mundo", comemora o diretor.

"Esse prêmio é muito importante para o Brasil, principalmente no momento atual, quando a cultura precisa ser abraçada. Um filme brasileiro vem para Cannes e ganha esse prêmio prova que o investimento que se fez em educação e cultura no Brasil foi muito importante. E que a gente continue fazendo isso para que a cultura brasileira permaneça muito bem representada lá fora", comenta Rodrigo Teixeira, produtor do longa.

A mostra Um Certo Olhar celebra obras com linguagem experimental. Este ano, seu júri é presidido pela atriz e diretora libanesa Nadine Labaki.

Confira o trailer:

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus