Brett Ratner, diretor de X-Men, é acusado de assédio sexual

As atrizes Natasha Henstridge e Olivia Munn relataram os casos

01/11/2017 17h15 (Atualizado em 02/11/2017 11h33)

Por Thamires Viana

O diretor de X-Men: O Confronto Final, Brett Ratner, foi acusado de assédio sexual contra as atrizes Natasha Henstridge (Meu Vizinho Mafioso) e Olivia Munn (Magic Mike), de acordo com o Los Angeles Times.

Henstridge disse ao jornal que o assédio aconteceu em 1990 quando ela tinha 19 anos e trabalhava como modelo em Nova York. Na época, Ratner era diretor de clipes musicais e obrigou a moça a fazer sexo oral. "Ele me forçou com seus braços bruscamente, só que em determinado momento, parei de resistir". A atriz disse ter criado coragem para revelar os fatos após os inúmeros casos de assédio que vêm sendo divulgados.

Munn afirmou que o diretor se masturbou na frente dela durante as gravações de Ladrão De Diamantes em 2004. "Tomei decisões específicas sobre não trabalhar com Brett Ratner novamente"

O diretor negou as acusações em comunicado oficial divulgado ao jornal. "Representei o sr. Ratner durante vinte anos e nenhuma mulher nunca apresentou queixas contra ele por má conduta ou assédio sexual", disse o advogado de Ratner.

[Atualizado 02/11] Brett Ratner revelou que vai processar uma das mulheres que o acusaram de estupro por difamação. segundo o Deadline. Melanie Kohler divulgou em seu Facebook que o diretor a estuprou e o processo diz que as acusações são "falsas, fabricadas e ficcionais" e diz que Kohler a publicou de maneira maliciosa.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus